Home Da Redação Fundo de auxílio da H.O.M e ajuda emergencial da U.G.A.B mobilizam diáspora em favor dos armênios da Síria

Fundo de auxílio da H.O.M e ajuda emergencial da U.G.A.B mobilizam diáspora em favor dos armênios da Síria

0
Ajuda humanitária da H.O.M em escola da Síria

Com a deterioração da situação humanitária e a saída de armênios da Síria, buscando refúgio temporariamente até mesmo na Armênia, a vida institucional da comunidade sofreu severas perdas.

A H.O.M ( Hay Oknutian Miutiun) criou um fundo que vai arrecadar doações para a manutenção e recuperação de escolas armênias sensivelmente prejudicadas nessa crise. Algumas dessas instituições tiveram seus prédios atingidos.

O foco da H.O.M é que através da ajuda às escolas certamente os beneficiados seriam as crianças e o jovens que indiretamente contribuiriam com suas famílias, já que uma parte considerável da comunidade armênia da Síria é formada por pessoas de baixa renda.

A Presidente da H.O.M na Síria Anna Der Hagopian destacou que os esforços estão concentrados na manutenção dos serviços sociais comunitários e as escolas são polos de ação desses serviços.

Já a Presidente da Diretoria Executiva Mundial da H.O.M Vicky Marashlian, destacou que a organização busca com essa ajuda tutorar jovens para que o quadro de instabilidade não se instale no seio da comunidade.

Com o mesmo vigor o Conselho Mundial da U.G.A.B. (União Geral Armênia de Beneficência) lançou um apelo a todos os seus membros no mundo todo para que fiquem atentos e se solidarizem com os armênios da Síria. O Presidente Mundial Berge Setrakian declarou que a instituição vai doar U$ 1 milhão para auxiliar aquela que é uma das comunidades mais antigas e importantes do pós genocídio.

Ontem a Comissão Regional Sul Americana da H.O.M com sede em Buenos Aires declarou que todas as filiais vão começar a receber doações para os nossos irmãos que se encontram nessa difícil situação.

O Portal Estação Armênia convoca seus leitores a participar ativamente dessas iniciativas importantes. É possível colaborar dirigindo-se às filiais da HOM ou à Comissão Regional Sulamericana da entidade.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *