Home Da Redação Mais uma idosa armênia sofre tentativa de homicídio em lstambul

Mais uma idosa armênia sofre tentativa de homicídio em lstambul

0

Via Asbarez.com

Marissa Kuchuk, de 84 anos, foi brutalmente assassinada em Istambul no final do ano passado
Marissa Kuchuk, de 84 anos, foi brutalmente assassinada em Istambul no final do ano passado

Outra idosa armênia foi agredida na capital turca. O crime ocorreu na última terça-feira (22/01) nas ruas do distrito de Samatya, uma região densamente povoada por armênios em Istambul, de acordo com o jornal Agos.

A mulher foi atacada próxima a um posto policial. O agressor tinha por volta de 35 anos e estava vestindo roupas pretas.

De acordo com os relatos, a mulher armênia foi brutalmente espancada. Os seus óculos se partiram e causaram dano aos seus olhos que precisaram passar por cirurgia na quarta-feira para serem reconstituídos.

O escritório em Istambul da Associação de Direitos Humanos na Turquia convocou uma manifestação na quarta (23/01) as 4 da tarde contra a violência xenofóbica.

No dia 29 de dezembro do ano passado, uma idosa armênia de 84 anos foi brutalmente assassinada no bairro de Koca Mustafa Pasha, também em Istambul. A mulher, identificada como Marissa Kuchuk (Küçük), vivia sozinha. Ela foi encontrada morta pela filha, Zadik Kuchuk, que foi visitá-la. A idosa foi apunhalada sete vezes e teve sua garganta cortada. O assassino marcou uma cruz no peito da mulher utilizando um objeto afiado, de acordo com jornais e televisões turcas.

Um professor de computação que trabalhava para uma escola armênia no distrito de Kadıköy também foi morto, no dia 10 de janeiro [veja aqui a reportagem sobre o caso]. İlker Şahin, 40 anos, professor da Escola Primária Aramyan Uncuyan, foi encontrado morto em sua casa. Şahin vivia sozinho no distrito de Caferağa e não aparecia na escola desde o natal armênio (celebrado no dia 06 de janeiro). Preocupados com ele, seus amigos arrombaram a porta da residência e encontram o corpo. A garganta do professor também foi cortada com uma faca.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *