Da RedaçãoTudo

Câmara Municipal de São Paulo rende importante homenagem aos Mártires Armênios de 1915

Na noite da última terça-feira, dia 26 de abril, os 101 anos do Genocídio Armênio foram recordados pela Casa Legislativa da Cidade de São Paulo por iniciativa do Vereador Gilberto Natalini e do Conselho Nacional Armênio do Brasil (CNA – Brasil). O ato foi realizado no Salão Nobre do Palácio Anchieta e contou com a presença de importantes representantes da comunidade e da sociedade civil em geral.

destaque

Entre os presentes destacam-se os vereadores Ari Friedenbach e Jamil Murad, o Cônsul Geral da Federação Russa Konstantin Kamenev, além do ex-senador e ex-secretário municipal dos Direitos Humanos Eduardo Matarazzo Suplicy.

O ato teve a participação da banda da ONG Casa dos Curumins, importante entidade de apoio aos jovens que entoaram os hinos do Brasil e da Armênia rendendo homenagem a luta do povo armênio e emocionando todos os presentes (assista abaixo).

A participação do Coral Vahakn Minassian da SAMA – Clube Armênio, regido pelo maestro Alexey Kurkdjian, trouxe a rica cultura armênia representando a luta pela preservação da identidade e resistência dos armênios mesmo depois do genocídio.

nataliniMais uma vez o grupo de rap Crônica, que compôs e gravou a música “A Causa Armênia” para divulgar a questão do genocídio armênio no ano do centenário em parceria com o CNA – Brasil, trouxe a sua voz de protesto lutando pelo reconhecimento do genocídio armênio e foi homenageado por Natalini e o CNA.

A mesa dos trabalhos contou com a presença do Sr. Achot Galoyan – Excelentíssimo Embaixador da República da Armênia no Brasil -, o Bispo Nareg Berberian -Primaz Titular da Igreja Apostólica Armênia do Brasil -, Bispo D. Vartan Boghossian – Exarca Armênio Católico para América Latina -, Kevork Zadikian, Presidente do CNA-Brasil, Anahid Rizian Bogiatzian – Representante do CNA- América do Sul-, Dr. Everton Zadikian – representando o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil-, além do Grão Mestre Alexandre Hamparian – representando a Grande Oriente Brasil.

Em suas palavras o Embaixador Galoyan ressaltou a importância de atos desse porte para fortalecer a luta dos armênios e selar perante a comunidade internacional que a nação Armênia, diáspora e República da Armênia, está pronta para colaborar com um futuro próspero e de paz.

Em nome da F.R.A. – Federação Revolucionária Armênia – Tashnagtsutiun, o Prof. James Onnig Tamdjian lembrou que a tragédia e a injustiça continuam com ataques aos armênios na Síria e a violência da guerra iniciada pelo governo do Azerbaijão contra a população armênia em Nagorno Karabakh.

Ao encerrar o ato o Vereador Natalini lembrou que foi um preso político, torturado pela ditadura brasileira e que jamais esqueceu seu compromisso com as causas justas como a Causa Armênia e a promoção da cultura da paz (veja abaixo).

Veja o álbum com as fotos do evento, abaixo:

Sobre o autor

Artigos

Jornalista de formação, é editor-chefe do site Estação Armênia.
Matérias Relacionadas
CulturaEventos

Lançamento do livro “A Coletividade Armênia do Brasil”

Após longos anos de espera, será realizado o lançamento do livro “A Coletividade Armênia do…
Leia mais
Da Redação

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos condena Azerbaijão por violar o direito à vida de armênios

Fontes : Diario Armenia Em duas sentenças emitidas no último dia 4 de…
Leia mais
ArtsakhDa Redação

Azerbaijão lança ataque massivo à Armênia; Rússia media o cessar-fogo

Fontes : Asbarez Dados não oficiais indicam 15 soldados armênios…
Leia mais

Deixe um comentário