Tudo

Tashnagtsutiun: A venda de armas ao Azerbaijão contradiz ao esforço para estabelecer a paz na região

IMPORTANTE COMUNICADO DA FEDERAÇÃO REVOLUCIONÁRIA ARMÊNIA – TASHNAGTSUTIUN

Zinanshan

Nos últimos dias, as ameaças e ataques do Azerbaijão contra as fronteiras da República de Nagorno-Karabakh e da Armênia aumentaram consideravelmente.

Os contínuos bombardeios, ataques de franco-atiradores e outras táticas azerbaijanas vem tirando a vida de muitos soldados e da população civil pacífica aproveitando de seu desproporcional poderio bélico, o Azerbaijão vem usando de seus vastos recursos vindos dos petrodólares e a ausência de uma resolução e avaliação contundente da comunidade internacional e ameaça envolver todo a região do Cáucaso em uma guerra.

A estratégia do Azerbaijão foi sempre fugir das negociações tripartites com a participação de Nagorno Karabagh e Armênia que sempre são forçadas a fazerem concessões unilateriais sob ameaças de guerra. Deste modo o Azerbaijão vem sabotando as negociações nos últimos 20 anos desde o acordo de cessar-fogo mantendo o conflito sem resolução alguma.

Para acabar com a situação de perigo atual, a Federação Revolucionária Armênia – Tashnagtsutiun faz um chamamento: – que o Azerbaijão se abstenha de irresponsáveis e indiscriminadas operações militares que resultam graves consequências inclusive para seus próprios cidadãos; – que os co-presidentes do Grupo de Minsk da OSCE que se abstenham de declarações generalistas que permitem que a parte realmente culpada, o Azerbaijão, tornando-o sua costumeira violência em algo desenfreado.

Ao mesmo tempo, exigimos medidas concretas para retomar as negociações com a participação completa da República de Nagorno-Karabakh para que se assine um acordo de não agressão entre as três partes. – o fim da venda de armas de destruição em massa e todos os outros equipamentos militares para o Azerbaijão, que está propenso a irresponsáveis ações militares. A venda de armas contradiz ao esforço para estabelecer uma paz duradoura na região. A F.R.A. Tashnagtsutiun está convencida de que a assinatura do tratado político-militar entre a Armênia e a República de Nagorno-Karabakh é um imperativo da nação. Tal acordo vai criar uma base jurídica para os dois estados armênios. Isso está sustentado no direito internacional básico e à necessidade de garantir a segurança o que irá permitir uma estratégia mais produtiva e de consenso por ambos os lados.

A principal garantia para evitar a guerra é convencer o Azerbaijão que o desenvolvimento continuo e coordenado dos dois estados armênios, a unificação armênia, vai fortalecer ainda mais o espírito inquebrantável e a determinação inabalável das Forças Armadas Armênias.

Federação Revolucionária Armênia – Tashnagtsutiun 4 de agosto de 2014

Sobre o autor

Artigos

Jornalista de formação, é editor-chefe do site Estação Armênia.
Matérias Relacionadas
Eventos

Novo documentário de Gary Gananian sobre Artsakh será exibido em São Paulo

Gary Gananian, um dos diretores de Rapsódia Armênia, acaba de lançar um novo documentário…
Leia mais
Genocídio Armênio

Mississippi reconhece o Genocídio Armênio

Fontes : ArmRadio O Mississippi tornou-se o 50º estado dos EUA a…
Leia mais
Cultura

'Cantos de um Livro Sagrado' vence festival É Tudo Verdade

O documentário Cantos de um Livro Sagrado, de Cassiana Der Haroutiounian e Cesar Gananian, venceu a…
Leia mais

Deixe um comentário