Home Da Redação A nação armênia perde o Reverendo Aharon Sapsezian

A nação armênia perde o Reverendo Aharon Sapsezian

1

Hoje é um dia muito triste para toda a armenidade. Um de seus filhos mais brilhantes nos deixa depois de longa enfermidade. O Reverendo Aharon Sapsezian faleceu nesse dia 29 de maio, aos 86 anos de idade.

Aharon Sapsezian nasceu em um campo de refugiados armênios do genocídio em 1926 e chegou ao Brasil com apenas um mês e meio de vida. Formado em letras clássicas pela USP e em Teologia pela Universidade Metodista sempre foi um intelectual consistente e atuante. Sua formação filosófica e teológica o colocaram entre os principais expoentes do ensino religioso no Brasil. Durante mais de uma década exerceu o cargo de Pastor da Igreja Central Evangélica Armênia de São Paulo e foi secretário- Executivo da Associação de Seminários Teológicos Evangélicos do Brasil.

No início dos anos de 1980, em função da sua experiência organizativa, foi convidado a dirigir o Programa de Educação Teológica do Conselho Mundial de Igrejas em Londres e depoisem Genebra. Nessaoportunidade se destacou na divulgação da cultura e história armênia em escala global se aproximando de outras lideranças armênias da diáspora. Foi nesse período que ele estreitou uma amizade fraternal com o Arcebispo Anglicano Desmond Tutu, Prêmio Nobel da Paz e uma das lideranças mais importantes na luta contra o apartheid na África do Sul.

Sua produção literária, composta por inúmeras obras, foi sempre de altíssima qualidade. No campo dos assuntos armênios, o Pastor Aharon nos brindou com obras como, História da Armênia e Literatura Armênia, ambas pela Editora Paz e Terra, da qual é um dos mais importantes autores. Na década de 1990 lança o livro Cristianismo Armênio, obra reconhecida como referência no assunto em língua portuguesa.

Um dos seus último trabalhos foi o livro “Memórias de um Brasarmênio”, verdadeiro tributo a sua formação multicultural armênia e brasileira, onde narra episódios de sua vida que o marcaram profundamente.

Para a comunidade armênia do Brasil o Pastor Aharon foi uma referência e sua ausência vai ser muito sentida. Morando na Suiça nos últimos anos, ele e sua esposa Zabel, se comunicavam com os armênios do Brasil através de um informativo eletrônico que era recebido por centenas de famílias.

Um ecumenista, um brasileiro, um armênio, um pastor que certamente fez a diferença em cada ato de sua vida , esse era Aharon Sapsezian. Nós do Portal Estação Armênia enlutados, deixamos nossos profundos sentimentos a família e que a luz de Aharon guie os seus entes queridos.

Comment(1)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *