Home Da Redação Político franco-armênio Patrick Devedjian morre após contrair coronavírus

Político franco-armênio Patrick Devedjian morre após contrair coronavírus

0
0

PanArmenian. News.am, Aysor

O político franco-armênio Patrick Devedjian morreu do novo coronavírus CoViD-19 no último domingo, 29 de março, segundo o Le Point. Devedjian tinha 75 anos. Ele era casado e tinha quatro filhos.

Devedjian confirmou que havia contraído o vírus em 26 de março e que foi hospitalizado em Paris. Em um tweet, o político elogiou a dedicação dos trabalhadores da saúde na luta contra a doença. Ele disse na época que estava se sentindo cansado, mas que sua condição era estável. Devedjian é a primeira figura política francesa a morrer do CoViD-19.

Um dos primeiros a reagir foi Gérard Larcher, presidente do Senado francês, que expressou “grande tristeza ao saber da morte de Patrick Devedjian. Um homem corajoso, totalmente dedicado à cidade de Antony e Hauts-de-Seine”.

Conselheiro próximo do ex-presidente francês Nicolas Sarkozy desde os anos 90, ele foi ministro sob o primeiro-ministro encarregado da implementação do plano de recuperação.

Devedjian também foi um fervoroso defensor da causa armênia, o país de onde sua família veio, defendendo o reconhecimento do genocídio ao longo de sua carreira.

O embaixador da França na Armênia, Jonathan Lacote, expressou condolências pelo falecimento: “Patrick Devedjian era um defensor incansável da causa armênia e desempenhava um papel constante no relacionamento entre nossos dois países”, escreveu o embaixador no Facebook.

Lacote destacou seu papel no desenvolvimento de projetos para a província de Tavush, na Armênia. O embaixador disse que Devedjian frequentemente visitava a Armênia e era conhecido e respeitado pelo povo armênio que hoje o homenageia.

O primeiro-ministro Nikol Pashinyan enviou uma mensagem de pesar pelo falecimento do político francês Patrick Devedjian. A mensagem diz, em parte:

“Com profunda tristeza, fiquei sabendo da morte do político francês, presidente do Departamento de Haut-de-Seine, nosso compatriota Patrick Devedjian.

Em nome do Governo da República da Armênia, do povo armênio e em meu próprio nome, expresso profundas condolências ao povo francês amigo pela morte de uma figura política de destaque que fez uma importante contribuição na vida social e política da França.

Podemos afirmar que a morte de Patrick Devedjian, que ocorre após a perda de Charles Aznavour, é uma perda irreparável para a amizade entre armênios e franceses. Devedjian foi a personificação da luta de 50 anos pelo reconhecimento internacional do Genocídio Armênio e pela promoção de questões de interesse dos armênios na França.

Neste momento difícil de pesadas perdas, oramos e expressamos profundas condolências e simpatia à família e aos amigos de Patrick Devedjian. ”

Deixe um comentário