Home Da Redação Corinthians relembrou 104 anos do Genocídio Armênio
genocidioarmenio-arena-corinthians-danielaugustojr
()  SPO

Corinthians relembrou 104 anos do Genocídio Armênio

Um dos mais tradicionais times de futebol do Brasil, o Corinthians relembrou os 104 anos do início do Genocídio Armênio. A homenagem às vítimas desse crime contra a humanidade perpetrado pelo império otomano contra os armênios aconteceu na noite desta última quarta-feira (24), no início da partida contra a Chapecoense realizada na Arena Corinthians, em São Paulo, em jogo válido pela Copa do Brasil.

A ação aconteceu exatamente no dia 24 de abril, data em que os armênios ao redor do mundo relembram o início do plano de execução em massa da população armênia da região da Anatólia empreendido pelos turcos a partir de 1915 (104 anos atrás).

Os jogadores titulares do clube paulista entraram em campo ao lado de crianças e portando uma faixa com os seguintes dizeres: “+ de 100 anos; + de 1,5 milhão de mortos. #TimãoNãoEsquece #GenocídioArmênio”. }

Faixa do Corinthians sobre os 104 anos do Genocídio Armênio / Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians


A faixa continuou ostentada também durante a execução do hino nacional antes do ponta-pé inicial. A ação foi uma iniciativa da UGAB Brasil.

A campanha pelo Genocídio Armênio não foi a única ação do Corinthians na noite. O time também fez campanha pela conscientização sobre a Hemofilia.

Em campo, o Corinthians venceu a Chapecoense por 2 a 0, gols de Boselli e Matheus Vital, e avançou de fase no torneio.

Esta não é a primeira vez que o Corinthians rememora e homenageia o crime contra os armênios perpetrado pelos turcos a partir de 1915. Em 22 de abril de 2012, o placar eletrônico do Pacaembu relembrou o Genocídio Armênio durante o jogo Corinthians e Ponte Preta, válido pelas quartas de final do Campeonato Paulista daquele ano.

Abaixo, veja o momento que a faixa ainda está na saída dos vestiários para o campo.

Agradecimento especial a Daniel Augusto Jr, fotógrafo oficial do time do Corinthians, por cordialmente ter cedido as imagens.

Armen Kevork Pamboukdjian Jornalista de formação, é editor-chefe do site Estação Armênia.

Deixe um comentário