Home Carnaval Viva Hayastan: Rosas de Ouro faz um desfile emocionante no Anhembi

Viva Hayastan: Rosas de Ouro faz um desfile emocionante no Anhembi

A escola de samba Rosas de Ouro se apresentou na madrugada de sábado (02/02) para domingo no Sambódromo do Anhembi em São Paulo no Carnaval 2019.

Quinta escola à desfilar, a Rosas trouxe com o tema “Viva Hayastan” uma homenagem à Armênia. O Enredo do carnavalesco André Machado trás referências à história e à cultura armênia.

Veja a letra do Samba Enredo da Rosas de Ouro

A Rosas entrou na avenida cerca de 3:30h da manhã. O desfile foi dividido em 5 setores: Paraíso, Heróis Armênios, Cristianismo, Cultura e Praça Armênia.

A comissão de frente abordou o Genocídio Armênio fazendo referência aos mártires que foram mortos no deserto e o renascimento dos armênios.

Foto: Fabio Tito/G1

O primeiro casal de mestre sala e porta bandeira traziam as cores da bandeira nas fantasias que representavam o pássaro Grunk, típico da Armênia

Edgar e Isabel — Foto: Fabio Tito/G1

O carro abre alas trouxe à avenida o “Esplendor do paraíso nas planícies do Ararat”, com referências à Adão e Eva e à Arca de Noé (que, segundo a lenda, atracou no Monte Ararat).

A bateria fazia referências aos guerreiros armênios, os Fedayiners e fez uma manobra ousada para entrar no recuo.

Foto: Fabio Tito/G1

Teve como rainha Ellen Rocche, que já ocupa o posto na escola há 13 anos.

Foto: Fabio Tito/G1

A ala das baianas (com 70 integrantes) teve como tema Astghik, a Deusa armênia do Amor

Foto: Marcelo Brandt/G1

O segundo carro, “Berço de Guerreiros Fascinantes”, trouxe a ala dos assírios, persas, gregos, romanos, e grandes guerreiros armênios representados em esculturas douradas gigantes  

A ala de Tigranes II, o grande, levou os armênios da comunidade no Brasil à avenida

O segundo casal de mestre sala e porta bandeira traziam as cores do brasão de armas da Armênia

O carro “A Fé cristã ilumina o destino do povo armênio” mostrou os santos e apóstolos armênios e história do cristianismo no país (que foi o primeiro a adotar a religião como oficial de estado).

Foto: Marcelo Brandt/G1

A ala do alfabeto armênio falou sobre a criação de Mesrop Mashtots

O terceiro casal de mestre sala e porta bandeira trouxe as cores douradas em referência às relíquias da Igreja Apostólica Armênia

O quarto carro, “A arte armênia – Herança enraizada nos teus filhos”, trouxe a cultura dos armênios e referências à grandes representantes, como Charles Aznavour e a grande escultura da Mayr Hayastan (mãe armênia)

O quarto casal de mestre sala e porta bandeira traziam os ornamentos dos tapetes armênios

Foto: Marcelo Brandt/G1

O último carro, “A Rosas de Ouro canta a Armênia”, trouxe a história da própria Rosas de Ouro misturada com referências armênias. Falando sobre os ensaios na praça armênia na Av Tiradentes e a imagem de Seo Basílio, fundador da escola

A escola terminou o desfile nos últimos segundos do tempo máximo do regulamento.

A Rosas de Ouro apresentou um lindo desfile em São Paulo. Com fantasias fiéis às referências armênias e demonstrou um profundo estudo e respeito à cultura dos armênios. Os portais especializados destacam a possibilidade de quebra de jejum de títulos da escola este ano.

Assista ao desfile completo:


Leia mais sobre o Carnaval de 2019:

Comment(3)

  1. Desfile maravilhoso, deslumbrante, e ricamente recheado de alegria e desempenho. Tanto é verdade, que mereceu o terceiro lugar. Muitas homenagens e gratidão devem ser prestadas ao carnavalesco e a presidente da Escola, que acreditaram no potencial do enredo escolhido, que muito nos honrou com a belíssima homenagem a nosso povo.

Deixe um comentário