Home Da Redação Protestos no quinto aniversário da morte de Hrant Dink reunem mais de 25.000 em Istambul

Protestos no quinto aniversário da morte de Hrant Dink reunem mais de 25.000 em Istambul

0

Fonte: Asbarez e Hurriyet- 

Mais de 25.000 pessoas inundaram as ruas de Istambul nessa quinta-feira para marcar o quinto aniversário do assassinato do editor do jornal Agos, Hrant Dink, e para protestar contra uma decisão judicial recente, que definiu muitos dos suspeitos como inocentes.

Amigos, simpatizantes, assim como ativistas de direitos humanos se reuniram no Taksim Square de Istambul e caminharam em direção ao prédio do jornal Agos localizado no distrito Osmanbey de Istambul.

Os manifestantes levavam cartazes onde se lia: “Somos todos Hrant Dink, somos todos armênios” e gritavam “O Estado assassino é responsável por isso” e “Ombro a ombro contra o fascismo”, em reação a uma decisão judicial recente em que o tribunal condenou Yasin Hayal a prisão perpétua e inocentou o suspeito Erhan Tuncel.

“O estado quis fazer vista grossa e inocentou [os suspeitos] apesar [da existência] de uma organização [por trás do crime]. Vamos lutar para que este assassinato seja esclarecido, mesmo depois de 95 anos. O primeiro-ministro e o [gabinete] deveriam resolver os assassinatos”, disse o pesquisador Feza Kürkçüoğlu ao jornal Notícias Hürriyet durante a marcha de ontem.

“Tanto Hrant e Sevag foram mortos porque eram armênios. Um deles foi no auge de sua vida, e eu enterrei ele. Eu não posso suportar isso. Hrant foi morto por causa de seus pensamentos e Sevag devido

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *