Home Da Redação Humorista Franco-armênio do Charlie Hebdo sobrevive ao atentado porque não foi trabalhar

Humorista Franco-armênio do Charlie Hebdo sobrevive ao atentado porque não foi trabalhar

0
0

O humorista francês de origem armênia e jornalista que trabalha no Charlie Hebdo ligou para os escritórios para dizer que ele não iria trabalhar, horas antes de três homens armados invadirem os escritórios editoriais da revista sátira na quarta-feira, matando 12 funcionários, incluindo o editor da revista, segundo o Huffington Post France.

Mathieu Madénian, que começou a trabalhar na Charlie Hebdo em setembro, deu uma entrevista ao Canal + da França na quarta-feira (14)  para explicar que ligou e deixou uma mensagem nos escritórios da Hebdo às 09:00 dizendo que não iria trabalhar naquele fatídico e trágico dia 07 de janeiro de 2015.

473341-970x600-1

“Esta manhã, às 9 Eu liguei para a Hebdo para dizer que eu não iria chegar”, disse Madénian. Ele brincou dizendo que ele iria trazer um bolo de epifania, um doce conhecido como galette des rois, popular durante os feriados.

“É incrível”, disse Madénian. “Recebi várias mensagens da minha mãe, que estava em lágrimas e foi perguntando onde eu estava naquela manhã. Eu só estava pensando sobre as pessoas que morreram. “

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *