Home Da Redação OPINIÃO: Aram MP3 e a proximidade de um título para Armênia

OPINIÃO: Aram MP3 e a proximidade de um título para Armênia

0
4

A 40 dias do início do Eurovision não se fala em outra coisa: Aram MP3!

O representante armênio divulgou há pouco tempo a música que cantará em maio, “Not Alone”, e o clipe oficial do Youtube já é o mais visualizado dentre todos os concorrentes da competição, e tem até o momento mais de 1 milhão e 200 mil visualizações. O precursor do stand-up na Armênia ainda tem todos os sites de aposta a seu favor. A cotação de Aram é a menor nas apostas do Eurovision (ou seja, é o favorito). Todos os países comparam seus representantes com Aram e as chances da Armênia de ganhar um título inédito são maiores do que nunca.

Aram MP3 representará Armênia no Eurovision 2014
Assista ao compilado de todas participações da Armênia no Eurovision

Mas, a que preço?

Vou falar um pouco sobre o Eurovision primeiro:

Como sugere o nome, a competição é voltada a participantes de países europeus. Os votos do público são registrados apenas de residentes na Europa e a um país diferente daquele que residem. O foco é a música como um todo, a composição, a letra, os arranjos. Grandes nomes já venceram a competição como ABBA, Céline Dion e Julio Iglesias (que não ganhou, mas impulsionou sua carreira).

Desde 1956 a competição já mudou muito suas regras em relação a língua em que devem ser cantadas as músicas, as vezes obrigava a ser da mesma língua do pais de origem, as vezes deixava livre, houve até um caso da Bélgica em 2003 inventar uma nova língua especialmente para a música da competição. Atualmente não há restrições quanto ao idioma das canções, o que faz com que a esmagadora maioria prefira usar o inglês, devido a internacionalidade da letra. A Armênia entrou na competição em 2006, em todas as vezes usando o inglês como idioma principal.

Apesar da predominância do inglês nas músicas armênias que já participaram do Eurovision, durante os anos de 2007 e 2009 as letras também continham o armênio em sua composição, e até 2010 todas as músicas apresentavam elementos armênios, seja nos instrumentos ou nas melodias. Era fácil identificar que era uma canção armênia, mesmo cantada em inglês. Em 2011, representando a Armênia, a cantora Emmy deu inicio a um caminho ao qual está difícil de fugir; as músicas enlatadas americanas. A ironia de um evento europeu que mais parece uma MTV, porque seus competidores preferiram tirar os elementos de seus países para ter maiores chances de vencer.

Façamos a comparação de “Not Alone” com “Jan Jan” de Inga & Anush. As irmãs usaram elementos armênios nos instrumentos, na melodia, na letra, nas vestimentas e até dança armênia teve no palco. A dupla terminou na décima posição. O vencedor daquele ano? Alexander Rybak com “Fairytale” ou “Conto de Fadas”, com uma letra que parece ter saído de um disco de boyband americana (apesar de ainda conter alguns elementos noruegueses na melodia). Assim é “Not Alone”, uma música que passaria despercebida em qualquer Jovempan, e que jamais seria reconhecida como armênia se o título do vídeo no Youtube não denunciasse.

Mesmo com estas condições, ainda torcerei e ansiarei pela vitória armênia neste ano, mas anseio ainda mais pelo retorno às raízes armênias nas próximas edições da competição, para que possamos mostrar para a europa e para o mundo o que é a Armênia.

Assista abaixo a participação de Inga & Anush em 2009 e o clipe oficial de “Not Alone“:

Comment(4)

  1. Concordo com absolutamente tudo que você colocou. É bom ter o nome da Armênia, em uma competição como essa. Mas eu gostaria, que além de citar a Armênia, pudéssemos ter nossas raízes divulgada. É a tal ta globalização, pena!

  2. Armen Kevork Pamboukdjian Sabe Armen, acho que o mundo, a cultura ficam mais pobres. Como gosto de diversidade de culturas, porque acho que quanto mais eu conhecer, melhor para mim, acho uma pena perder uma oportunidade como essa. Eu saio perdendo e, como eu acho que muito. Mas estou feliz com o resultado e, espero que ele seja o vencedor! Uma pequena oportunidade de falar sobre a Armênia, para para nós, já é uma grande conquista. Batchig kesi…..

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *