Da RedaçãoGenocídio Armênio

Ativistas de origem armênia colocam fim a evento sobre Kemal Ataturk na Califórnia

Esta semana, estudantes armênios da California State University Northridge (CSUN) forçaram o encerramento de uma palestra sobre Mustafa Kemal Ataturk. Há evidências históricas de que Ataturk deu continuidade à politica genocida da Turquia após o Genocídio Armênio, iniciado em 1915.

O evento tinha como objetivo tirar a impressão de crise vivida pela Turquia e que vem enfrentando protestos de toda a opinião pública.
protesto_ayf_contra_ataturk_week_socal

Numa espécie de flashmob, cerca de 25 corajosos ativistas de origem armênia se levantaram e deram as costas ao palestrante. Com frases de ordem como “Turkey is guilty of genocide” (a Turquia é culpada pelo genocídio) e “Genocide denialist” (negacionista do genocídio), a ação dos ativistas constrangeu o palestrante e os organizadores, que deram fim ao evento em seguida.

A palestra faz parte de uma série eventos ao redor da região sul da Califórnia (SoCal), intitulada de “Ataturk Week”, e que acontece de 09 a 13 de novembro.

A AYF (Armenian Youth Federation) divulgou o seguinte comunicado: “Nossa presença nesses eventos é para enviar uma clara mensagem à comunidade turca de que a universidade não é uma incubadora de negacionistas. Usar os campus universitários para espalhar a ideologia nacionalista turca é ofensivo aos estudantes armênios e não-armênios dessas instituições.

O presidente da Turquia, Erdogan vem aumentando a repressão após a suposta tentativa de golpe de estado naquele país. Na semana passada o governo turco anunciou o bloqueio do whatsapp e do twitter, de acordo com a agência de notícias Reuters.

A ação repressiva do governo de Recep Tayyip Erdogan aconteceu um dia após a prisão de Demirtas Selahattin e Figen Yuksekdag, além de outros 11 membros do Partido Democrático dos Povos (HDP, na sigla em turco, representante dos curdos e outras minorias) e do aumento dos rumores de que o presidente turco tenta articular a prisão dos outros 59 parlamentares do HDP, entre eles Garo paylan, de origem armênia.

Sobre o autor

Artigos

Jornalista de formação, é editor-chefe do site Estação Armênia.
Matérias Relacionadas
Artsakh

Armênia retirará suas tropas de Artsakh em Setembro

Fontes : Asbarez, Armenpress O chefe de segurança nacional da…
Leia mais
Artsakh

Comunidades armênias em Berdzor serão cedidas ao Azerbaijão

Fontes : Armenian Weekly Por Lillian Avedian A cidade de Berdzor…
Leia mais
Eventos

Novo documentário de Gary Gananian sobre Artsakh será exibido em São Paulo

Gary Gananian, um dos diretores de Rapsódia Armênia, acaba de lançar um novo documentário…
Leia mais

Deixe um comentário