Da RedaçãoGenocídio ArmênioTudo

CNA-Brasil: “prudência e união são fundamentais para que Brasil reconheça o genocídio armênio”

SenadoO Ministro das Relações Exteriores da Armênia Edward Nalbandyan informou em entrevista coletiva na semana passada que o Senado Brasileiro havia reconhecido o genocídio armênio.

O reconhecimento teria sido alcançado por meio de um requerimento aprovado no último dia 26 de maio e assinado pelos senadores Aloysio Nunes Ferreira Filho e José Serra.

Diversos sites de notícias da Armênia, do Brasil e de vários outros países noticiaram o fato, como se o Brasil realmente houvesse reconhecido o genocídio armênio. 

Inclusive um comunicado foi divulgado pela página da Embaixada da Armênia no Brasil no Facebook afirmando que o Brasil havia reconhecido o genocídio armênio (a postagem estava ativa até o momento da publicação desta matéria, clique aqui e confira). 

Entretanto, até o momento nenhum reconhecimento foi oficialmente documentado pelo Senado. O que se sabe é que foi apresentando o requerimento nº 550/2015 pelos senadores acima citados.

Em conversa por e-mail com Kevork Zadikian, Presidente do Conselho Nacional Armênio do Brasil (CNA-Brasil), ele declarou: “O CNA Brasil está preparado para lutar pelo reconhecimento do genocídio e aguarda com muita expectativa os documentos oficias do reconhecimento pelo senado brasileiro“.

Em contato telefônico com o Diretor de Relações Políticas e Internacionais do CNA-Brasil, James Onnig Tamdjian explicou que é uma nova fase na luta pelo reconhecimento do genocídio armênio (ouça o áudio no player abaixo).

 


O Azatutyun Ratiogayan trouxe nesta segunda-feira (01/06) uma matéria retificando o fato, afirmando que o Senado Brasileiro não reconheceu o genocídio armênio.

A matéria também traz uma entrevista esclarecedora com o Embaixador da Armênia no Brasil, Ashot Galoyan reconhecendo que o requerimento não foi votado pelo Senado e nada foi oficialmente assinado (veja a entrevista em armênio, no player abaixo).

Nós do Portal Estação Armênia, as entidades armênias do Brasil e toda a coletividade armênia local aguardam ansiosamente o reconhecimento do Genocídio Armênio por parte do Brasil.

PlayPlay
Matérias Relacionadas
Da Redação

Presidente armênio Armen Sarkissian renuncia por falta de influência

Fontes : Daily Sabah, ArmenPress, PanArmenian, President.am O presidente…
Leia mais
Da RedaçãoTudo

Hrant Dink: Há 15 anos, jornalista armênio era assassinado na Turquia

No dia 19 de janeiro de 2007, em Istambul, na Turquia, o jornalista turco de origem armênia Hrant…
Leia mais
Da Redação

Declaração do Comitê da FRA sobre a normalização das relações entre a Armênia e a Turquia e a resolução do conflito de Artsakh

Fontes : CNA Argentina A Federação Revolucionária Armênia tem…
Leia mais

Deixe um comentário