Home Da Redação Vovó que cortou a internet da Armênia aparenta ser farsa georgiana
0

Vovó que cortou a internet da Armênia aparenta ser farsa georgiana

0

News.am

Três de quatro cabos que conectam a Armênia a rede global foram danificados duas vezes na Geórgia nos últimos 16 dias.

corta-fioO último dano desligou a maioria dos usuários de internet da Armênia. Três dias depois fontes georgianas informaram que a culpada era Hayastan Shakaryan, uma mulher de 75 anos de origem armênia. O Ministério Interno da Geórgia alegou que a mulher estava procurando por cobre perto da aldeia de Ksani no dia 28 de Março e danificou os cabos de fibra óptica.

Todos os eventos citados poderiam realmente ocorrer, mas há certos fatos que geram dúvidas na declaração do Ministério Georgiano de Assuntos Internos. Em primeiro lugar, o cabo foi danificado na seção que tem estratégica importância da vista da segurança de informações.

Em segundo lugar, os georgianos disseram que a mulher estava procurando por cobre, mas esqueceram de que cabos de fibra óptica são feitos de fibra óptica, não cobre.

Outro ponto é: será que uma mulher com 75 anos de idade é fisicamente capaz de cavar e remover um cabo teoricamente bem protegido? A mulher presa também alegou que não. Se imaginarmos que ela realmente fez isso então ela teve que passar o dia inteiro escavando e removendo o cabo. Nesse caso, porque isso foi negligenciado pelos controladores georgianos que estão garantindo a segurança da peça chave que assegura uma parte considerável da conexão com a internet da Armênia e Geórgia?

Finalmente, o Ministério Interno da Geórgia deu nome à suspeita só três dias depois dela ser presa. Por que estavam escondendo o nome dela por três dias?

O caso se assemelha a uma farsa especialmente depois que parte dos cabos que conectam a Armênia à World Wide Web foram danificados novamente no dia 7 de Abril. Dessa vez o lado da Geórgia falhou em encontrar outra “vovó procurando por cobre”.

Surpreendentemente, os oficiais armênios responsáveis pela segurança da informação ainda estão em silêncio. Nem o Conselho de Segurança Nacional nem outra instituição deu qualquer declaração comentando esses eventos. Parece que os responsáveis pela segurança da informação não entendem a importância da internet tanto para população quanto para o estado.

Quando este tipo de acidente acontece no exterior, são criados grupos intergovernamentais para investigar as causas dos danos e avaliar os prejuízos financeiros.

As instituições armênias deveriam explicar claramente para os vizinhos georgianos que a garantia da segurança da internet na Armênia deveris ser perfeitamente cumprida.

Atualmente a Armênia conecta-se a internet por 6 canais estrangeiros – quatro na Geórgia e dois no Irã.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *