Parlamento holandês impõe sanções contra Aliyev, sua esposa e Erdogan por Artsakh

0
0

O Parlamento holandês aprovou resoluções sobre a imposição de sanções individuais contra o presidente do Azerbaijão Ilham Aliyev, sua esposa e vice presidente Mehriban Aliyeva, o presidente turco Recep Tayyip Erdoğan e outros por crimes de guerra e atrocidades contra Artsakh, segundo o embaixador da Armênia na Holanda, Tigran Balayan, escreveu em sua página no Twitter.

Parlamento holandês

O Embaixador informou ainda que a União Européia impôs um embargo ao fornecimento de armas à Turquia por ter participado na agressão.

A resolução de autoria de Sadet Karabulut apela ao parlamento da Holanda para impor sanções individuais contra aqueles no Azerbaijão e na Turquia que são responsáveis ​​pela violência em Nagorno Karabakh.

”À luz do fato de que a violência no enclave de Nagorno-Karabakh entre a Armênia e o Azerbaijão ressurgiu nos últimos meses, observando que a última tentativa de violência foi iniciada pelo Azerbaijão com o incentivo da Turquia, o parlamento pede ao governo que imponha sanções contra os indivíduos no Azerbaijão e na Turquia, que são responsáveis ​​por essas atrocidades ”, diz a resolução.

Outra resolução oferece a imposição de sanções individuais ao presidente do Azerbaijão Ilham Aliyev e seus familiares e indivíduos-chave em conexão com o ataque azeri e a implantação de mercenários sírios em Nagorno-Karabakh pela Turquia.

”Com base no fato de que jihadistas do Azerbaijão e da Síria enviados pela Turquia cometeram crimes de guerra em grande escala em Nagorno Karabakh nas últimas 5 semanas, considerando que o Genocide Watch alertou que há um genocídio despercebido, pedimos ao governo que sancione na União Européia o Presidente do Azerbaijão Ilham Aliyev, os seus familiares e indivíduos-chave devido aos ataques do Azerbaijão e ao destacamento turco de militantes sírios para Nagorno-Karabakh ”, refere a segunda resolução.

Deixe um comentário