Home Cultura Conheça Emancipação de Osasco: Hirant Sanazar, filho de armênios, foi o primeiro prefeito
0

Emancipação de Osasco: Hirant Sanazar, filho de armênios, foi o primeiro prefeito

0

Fontes combinadas – 

Na região onde hoje situa-se o município de Osasco (SP), e em seus arredores, existiam vários sítios e chácaras. Próximo às margens do Tietê, no século XIX, havia uma aldeia de pescadores e grandes fazendas. Uma delas foi vendida ao italiano Antonio Agu, um imigrante com quem começa essa história. 

Antonio Agu foi proprietário de vários negócios e terras na região. Em 1887 comprou uma gleba de terra no Km 16 da Estrada de Ferro Sorocabana. Por volta de 1890, resolveu ampliar sua olaria e convidou para ser seu sócio o Barão Dimitri Sensaud De Lavaud. A pequena fábrica, que produzia tijolos e telhas, passou a fazer também tubos e cerâmicas, dando origem à primeira indústria da cidade, a Companhia Cerâmica Industrial de Vila Osasco. 

Após outras iniciativas, em 1895, Agu construiu a Estação Ferroviária, erguendo várias casas nos arredores para abrigar os operários que chegavam para atuar na obra. 

Os dirigentes da Estrada de Ferro quiseram batizar a estação com o nome do principal empreendedor da região, mas Antonio Agu pediu que a homenagem não fosse dada a ele e sim à sua cidade natal na Itália: Osasco. 

Daí por diante Osasco, como a região passou a ser conhecida, não parava de crescer, muitas pessoas conhecidas do comércio e diversas indústrias importantes se instalaram por aqui. Para operar as máquinas dessas indústrias foram contratados imigrantes. Essa mão-de-obra começou a formar a população do local e deu origem a seu povo.

Foi neste contexto que muitos armênios se estabeleceram no Bairro de Presidente Altino.

Osasco cresceu, tanto em população quanto comercialmente, tornando-se desenvolvida. Em 1952 surgiram as primeiras manifestações pela emancipação, para tornar cidade o então sub-distrito de São Paulo. 

O movimento emancipacionista sofreu muitas contraposições e empecilhos, mas finalmente após um plebiscito, conturbado, diga-se de passagem, realizado em 19 de fevereiro de 1962, Osasco obteve sua emancipação político-administrativa e tornou-se município. A data é comemorada até hoje com muito orgulho por todos nós, que amamos e lutamos pelo progresso desta cidade, a 5ª maior do Estado de São Paulo e uma das mais promissoras do Brasil.

Dr. Hirante Sanazar - 1998Nessa história da emancipação destaca-se Hirant Sanazar, filho de armênios, nascido em Osasco, quando este ainda era um distrito do município de São Paulo. Sanazar foi o primeiro prefeito de Osasco entre 1962 e 1967.

Iniciou a sua carreira pública em 1955, quando foi eleito pelo então distrito de Osasco para exercer o cargo de vereador na Câmara Municipal de São Paulo. 

Lutou ativamente pela autonomia política e administrativa de Osasco. A data de sua posse como prefeito marcou a emancipação. Uma de suas maiores realizações foi a criação da JUCO, Juventude Cívica de Osasco, que priorizava a formação do caráter, cidadania e a valorização do trabalho para todos os jovens da região.

Além de vias e praças que levam seu nome, a FATEC – Faculdade de Tecnologia de Osasco, onde estudam cerca de 5 mil alunos , leva seu nome desde outubro de 2010.

A presença dos armênios na cidade é muito importante. Hoje Osasco é uma cidade – irmã de Gyumri na Armênia, convênio esse firmado em 2006.

O Portal Estação Armênia saúda Osasco e novas histórias e marcos da comunidade armênia de Presidente Altino (bairro onde hoje se encontra a sede da comunidade e que outrora abrigava grande parte dos armênios daquela região) vão sempre estar presentes nas nossas matérias. 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *