Home Da Redação Partido turco reconhece o Genocídio Armênio e pede inquérito

Partido turco reconhece o Genocídio Armênio e pede inquérito

0

Armradio

O Partido Paz e Democracia (BDP) da Turquia rememorou o assassinato em massa de armênios em 1915, em seu 98 º aniversário, referindo-se a ele como “Meds Yeghern” – “grande calamidade” em armênio – e também chamando de Genocídio. O partido também emitiu um pedido de desculpas oficial pelos acontecidos, e apresentou uma proposta de inquérito parlamentar sobre a deportação forçada de armênios da Anatólia.

bpd

“Os traumas e ressentimentos do genocídio ainda estão frescos na memória da sociedade, porque a Turquia não enfrentou um dos maiores genocídios do século 20, a fim de limpar a consciência da sociedade. Ela não chegou a um acordo com sua própria história e não pediu desculpas ao povo armênio admitindo a realidade do genocídio”, disse o BDP em um comunicado de imprensa divulgado no 24 de abril.

O BDP é o único partido político no Parlamento que considera os assassinatos em massa de 1915 como Genocídio. No ano passado, o partido ofereceu a sua declaração de 24 de abril como o “dia de compartilhar queixas e luto nacional do povo armênio”.

Sua proposta de inquérito parlamentar tem como objetivo “investigar – exaustivamente e em todos os seus aspectos – o massacre que ocorreu após as deportações forçadas da população armênia que vivia nos territórios otomanos em 1915. Ele foi introduzido ao Gabinete do presidente da Assembleia em 24 de abril por um grupo de deputados do BDP chefiada pelo vice-presidente do grupo parlamentar do partido, İdris Baluken.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *