Home Da Redação Baku autoriza abate de aeronaves em seu espaço aéreo

Baku autoriza abate de aeronaves em seu espaço aéreo

0

Via Asbarez –

Terminal de passageiros do aeroporto de Stepanakert, em Artsakh
Terminal de passageiros do aeroporto de Stepanakert, em Artsakh

O gabinete de ministros azeris reunidos na última sexta aprovou um documento sobre o uso do espaço aéreo do país, que permite que Baku autorize o abate aviões civis que as autoridades considerem que esteja ameaçando o espaço aéreo, informou a agência de notícias APA.

O documento, cuja intenção é nitidamente frustrar os planos de abertura do aeroporto de Stepanakert, permite que o governo do Azerbaijão declare certas áreas “zonas banidas e zonas limitadas”, bem como autoriza o governo a abater aeronaves aleatoriamente sob alegação de ameaçar o espaço aéreo azeri.

“Se a aeronave não obedecer as ordens para aterrisar e se não houver informações exatas sobre passageiros inocentes a bordo, a legislação permite que o governo abata a aeronave”, de acordo com a APA.

A Armênia respondeu afirmando que a sua Força Aérea irá assegurar a segurança do aeroporto de Stepanakert, em Nagorno-Karabakh/Artsakh.

O ministro da defesa da Armênia, Seyran Ohanian, disse aos repórteres na sexta que “a Força Aérea Armênia irá coordenar a operação e voos de aeronaves civis” e estará pronta para defender e garantir a segurança dos voos.

O aeroporto de Stepanakert foi construído em 1974 e foi usado principalmente para receber voos entre Yerevan e Baku. Em 1992, o aeroporto encerrou suas atividades. Em 2008, começaram os trabalhos de construção de um novo terminal de passageiros cujo design foi baseado nas asas de uma águia. Durante as reformas, a pista também foi ampliada, as colinas nas proximidades foram terraplanadas e a estrutura de conveniência foi completamente modernizada.

Desde o anúncio oficial de Stepanakert de reabrir o reformado aeroporto, Baku tem ameaçado derrubar aviões civis. Mediadores internacionais pediram uma solução diplomática urgente para a questão.

A decisão do gabinete de Baku na sexta-feira assinala que o Azerbaijão e suas autoridades não estão dispostos a trabalhar sob as normas internacionais e estão determinados a por em risco a vida de civis.

Em tempo: a Televisão Pública de Artsakh e a Sociedade Musical “Voz de Artsakh” produziram uma esquete inteiramente rodada no aeroporto de Stepanakert. Após levar ao ar o programa, a televisão estatal foi inundada por ligações de telespectadores que queriam saber quando o aeroporto estará funcionando de fato.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *