ArtsakhDa Redação

15 prisioneiros de guerra retornam à Armênia

Fontes :

EUA, Geórgia e UE desempenham papel importante no retorno de prisioneiros de guerra

O Azerbaijão libertou 15 dos prisioneiros de guerra armênios capturados pelo país, segundo o primeiro-ministro em exercício Nikol Pashinyan, que também anunciou que a Armênia entregou mapas de campos minados em áreas atualmente controladas pelo Azerbaijão.

Pashinyan fez o anúncio durante um comício de campanha eleitoral na província de Gegharkunik, que se tornou o epicentro de um impasse após as forças do Azerbaijão violarem a fronteira soberana da Armênia no último 12 de maio, avançando nas províncias de Gegharkunik e Syunik.

O secretário de Estado, Antony Blinken, em comunicado saudou a libertação dos detidos “e seu retorno para suas famílias”.

“Também saudamos a decisão da Armênia de fornecer ao Azerbaijão informações importantes que irão facilitar a desminagem humanitária e evitar baixas futuras”, disse Blinken em seu comunicado no sábado.

Pashinyan confirmou que a Armênia entregou mapas de alguns campos minados ao Azerbaijão. “Quero dizer que não trocamos mapas por cativos. Nós respondemos a um passo com um passo”, enfatizou Pashinyan em uma postagem no Facebook detalhando o processo pelo qual os detidos foram libertados.

Nem Blinken nem Pashinyan falaram sobre o destino dos restantes dos prisioneiros de guerra armênios e prisioneiros detidos no Azerbaijão, nem reconheceram que três prisioneiros de guerra foram julgados ilegalmente em Baku. Estima-se que ainda existam 200 prisioneiros de guerra armênios em posse do Azerbaijão.

Depois de postar uma foto dos detidos em um ônibus com destino à Armênia, Pashinyan disse que a Geórgia, os EUA e a União Europeia desempenharam um papel importante para garantir o retorno dos 15 prisioneiros de guerra do cativeiro azerbaijano.

“Dois dias atrás eu tive uma reunião com o vice-secretário de Estado adjunto dos EUA, Philip Reeker, que disse ter sido instruído pelo secretário de Estado Antony Blinken a garantir o retorno dos cativos armênios”, explicou Pashinyan em uma postagem no Facebook.

Pashinyan explicou que Reeker indicou que os EUA estariam dispostos a se envolver se a Armênia estivesse pronta para cooperar.

“Eu disse que estamos prontos”, disse Pashinyan. “E hoje, como resultado desses esforços, e dos esforços de nossos colegas georgianos, ou seja, o primeiro-ministro Irakli Gharibashvili, nossos parceiros da UE, 15 de nossos irmãos capturados estão voltando para a Armênia.”

Ele também disse que os detidos “cruzaram a Ponte Vermelha para a Geórgia e se dirigiram para a Armênia através do posto de controle de Bagratashen. Eles agora vão passar por exames médicos. ”

“Agradecemos ao primeiro-ministro Irakli Garibashvili e ao Governo da Geórgia pelo papel essencial que a Geórgia desempenhou na facilitação dessas etapas, que aproximam as pessoas da região de um futuro pacífico e próspero que merecem”, disse Blinken em sua declaração no sábado .

“Os Estados Unidos têm o prazer de apoiar essas etapas e espera que elas estabeleçam as bases para uma cooperação adicional. Continuamos pedindo o retorno de todos os detidos e estamos prontos para ajudar os países da região em seus esforços para continuar a cooperação e resolver as questões pendentes entre eles ”, acrescentou Blinken.

“Também continuamos a instar a Armênia e o Azerbaijão a se engajarem novamente em negociações substantivas sob os auspícios dos Co-Presidentes do Grupo de Minsk da OSCE para negociar um acordo político abrangente para o conflito”, concluiu.

Pashinyan também divulgou os nomes dos prisioneiros de guerra recuperados. Eles são:
Stepanyan Artur da província de Armavir
Elibekyan Gegham de Artashat
Gasparyan Erik de Yerevan
Babayan Sasha de Masis
Andreasyan Artak de Etchmiadzin
Khachatryan Erik de Masis
Serunyan Sasun de Hrazdan
Petrosyan Sasun de Artsakh
Sargsyan Vruyr da província de Kotayk
Budoyan Armen da província de Gegharkunik
Hovhannisyan Boris de Alaverdi
Abgaryan Artur da província de Armavir

Matérias Relacionadas
Artsakh

Ministro das Relações Exteriores da Armênia denuncia Azerbaijão em Moscou

Fontes : Mirror Spectator O novo ministro das Relações Exteriores da…
Leia mais
Da Redação

OTSC decide não agir em invasão do território armênio

O agravamento da situação no sul da Armênia em conexão com o estabelecimento de uma nova…
Leia mais
Artsakh

Praça da Eternidade homenageará os mártires da guerra de Artsakh

Fontes : ArmRadio A Fundação Tovmasyan conceberá a “Praça da…
Leia mais

Deixe um comentário