Pashinyan apresenta próximos passos de sua renúncia

0
0
Fontes :

O primeiro ministro da Armênia, Nikol Pashinyan, anunciou que planeja renunciar nos últimos 10 dias de abril, para que as eleições parlamentares antecipadas de 20 de junho possam ocorrer, segundo relato da Armenpress durante sessão de perguntas e respostas do gabinete parlamentar, respondendo à pergunta do parlamentar independente Arman Babajanyan.

‘’Pretendo renunciar nos últimos 10 dias de abril. Após 7 dias, a eleição do primeiro-ministro ocorrerá de acordo com o procedimento padrão. Serei nomeado candidato a primeiro-ministro pelo bloco ‘My step’, uma vez que a Constituição determina que deve haver um candidato. Os outros partidos não nomearão nenhum candidato. O bloco ‘My step’ não me elegerá primeiro-ministro. Serei nomeado candidato ao cargo de primeiro-ministro pela segunda vez por 1/3 da assembleia e, novamente, não haverá outro candidato e, novamente, não serei eleito. A Assembleia Nacional será considerada legalmente dissolvida, e a partir de então eleições antecipadas serão convocadas em 20 de junho”, disse o Primeiro Ministro.

Ele acrescentou que se alguém tentar uma manobra a partir de seus acordos políticos assumidos diante do povo, isso será um suicídio político. “Meu partido me elegerá primeiro-ministro, pondo fim a qualquer especulação”, disse Pashinyan.

ATUALIZAÇÃO: Conforme o programado, no dia 25 de Abril de 2021 Nikol apresentou formalmente a sua renúncia.

Deixe um comentário