Home Esportes Federação de Futebol da Armênia envia protesto à FIFA reclamando da arbitragem contra a Bulgária

Federação de Futebol da Armênia envia protesto à FIFA reclamando da arbitragem contra a Bulgária

YEREVAN (Reuters) –

A Federação de Futebol da Armênia enviou um protesto formal para a  FIFA reclamando da “arbitragem pobre” durante a derrota para a Bulgária, em partida válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo 2014, realizada no dia 07 de setembro.

Os armênios reclamaram à FIFA sobre algumas decisões tomadas pelo árbitro Stephan Studer, assim como também pelo tratamento que recebeu da equipe da casa, segundo comunicado da FFA em seu site (www.ffa.am), mas sem fornecer mais detalhes.

A seleção da Armênia terminou o jogo de terça-feira com nove jogadores em campo quando Stephan Studer, árbitro de origem suíça, expulsou Marcos Pizzelli aos 29 minutos do segundo tempo e Gevorg Ghazaryan quatro minutos depois.

Pelo lado da Bulgária o árbitro Dyakov, após uma briga envolvendo jogadores de ambos os lados que resultou na expulsão de Pizzelli.

Vale lembrar que a Armênia foi prejudicada pelo árbitro Eduardo Iturralde em jogo contra a Irlanda, em outubro de 2011, quando disputava a vaga para a EURO 2012. Iturralde interpretou um lance da partida equivocadamente e expulsou o goleiro armênio Berezovsky (leia matéria).

Na ocasião foi levantada a suspeita de um esquema de favorecimento contra a Armênia como uma espécie de compensação à injustiça sofrida pelos irlandeses em 2009, quando a Irlanda não se classificou pra Copa do Mundo da África do Sul ao perder para a França por 1 a 0.

No lance do gol francês, o árbitro da partida não marcou toque de mão do atacante Thierry Henry que empurrou para seu companheiro Gallaz mandou pro fundo do gol classificando a França para o mundial e eliminando a Irlanda.

Armen Kevork Pamboukdjian Jornalista de formação, é editor-chefe do site Estação Armênia.

Deixe um comentário