Armênia registra primeiro caso de coronavírus, fecha escolas e a fronteira com o Irã

0
0

News.am, ArmRadio, Reuters, Eurasianet, Armenpress

A Armênia registrou o primeiro caso de contaminação do novo coronavírus, o Covid-19, segundo o próprio primeiro-ministro, Nikol Pashinyan, publicou em seu Facebook. O paciente é um cidadão armênio de 29 anos que chegou de Teerã em 28 de fevereiro.

“Ele está agora em boas condições” segundo o primeiro ministro. Trinta e dois cidadãos do Irã foram isolados e estão localizados no Golden Palace Hotel em Tsaghkadzor, segundo informações do ministro da Saúde Arsen Torosyan.

Pashinyan também confirmou que existem mais 9 casos suspeitos de coronavírus no país e que “o público será informado assim que os resultados chegarem”. A fronteira com o Irã já havia sido fechada desde o último dia 24 de fevereiro por duas semanas e o tráfego aéreo por uma semana. Cinquenta e dois cidadãos armênios foram trazidos de volta do Irã na última quarta-feira, dia 26 de fevereiro, passaram por testes e estão em observação.

Até o momento, 107 mortes por coronavírus e 3515 infecções foram relatadas no vizinho Irã e existe desconfiança nos números apresentados pelo governo iraniano entre os epidemiologistas. Existem 3.356 mortes por coronavírus e 98.062 casos confirmados em todo o mundo. Geórgia e Azerbaijão também já possuem casos confirmados.

Enquanto isso, o governo decidiu interromper as aulas em instituições de ensino por uma semana. As férias de primavera nas escolas inicialmente programadas para o final de março foram transferidas para os dias 2 a 8 de março A marcha dedicada à memória das vítimas dos protestos contra o resultados da eleição de 2008, que estava marcada para este dia 1º de março em Yerevan foi cancelada.

Deixe um comentário