Home Da Redação Assassinato de médico militar provoca comoção e onda de protestos na Armênia

Assassinato de médico militar provoca comoção e onda de protestos na Armênia

0

Em mais um caso de abuso de poder e de fatos pouco explicados, a nação armênia assistiu esta semana a outra grave atrocidade.

Foto: Armenia now

O jovem médico e major do exército armênio Vahe Avetyan, de 35 anos, foi brutamente espancado no restaurante “Harsanqar” de propriedade do deputado do Partido Republicano e membro da nova oligarquia Rupen Hayrapetian.

O crime foi cometido pelos guarda-costas do deputado e seguranças do restaurante em condições ainda não divulgadas e pouco esclarecidas.

Vahe Avetyan e outros dois médicos das forças armadas foram agredidos e levados ao hospital aonde chegaram em graves condições. Avetyan não resistiu aos ferimentos e faleceu no último sábado pela manhã.

A notícia de sua morte correu rapidamente pelas redes sociais e grupos de defesa dos direitos humanos iniciaram uma campanha para levar velas em memória do oficial-médico para a porta do restaurante, local do crime.

Vahe Avetyan. Foto: PanArmenianNet

Apesar de o Deputado Hayrapetian, dono do restaurante, negar qualquer envolvimento no ocorrido e se comprometer a auxiliar nas investigações, existe uma forte pressão para que o parlamentar perca o mandato.

Sete suspeitos foram presos e um deles foi inexplicavelmente liberado. Os outros seis estão aguardando as investigações detidos e incomunicáveis.

O Ministro da Defesa Gen. Seyran Ohanian condenou veementemente o ocorrido e exigiu das autoridades competentes rigor nas apurações.

Os outros dois jovens oficiais ainda estão em estado grave na UTI do Ala Militar do Hospital Central de Yerevan.

ATUALIZAÇÃO DA REDAÇÃO: Segundo o Asbarez, o parlamentar e dono do estabelecimento onde o jovem foi assassinado pelos seguranças da casa renunciou ao mandato após intensa pressão da sociedade armênia e de colegas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *