Home Da Redação Na rememoração do Holocausto, comunidade judaica de SP reverencia Mártires do Genocídio Armênio

Na rememoração do Holocausto, comunidade judaica de SP reverencia Mártires do Genocídio Armênio

Armen Kevork , dirigente da ACASP – Tashnagtsutiun ascende uma das velas da cerimônia.

A Federação Israelita do Estado de São Paulo, A Hebraica e o Conselho Juvenil Sionista rememoraram no último dia 24 de abril o Yom Hashoá, o dia do Holocausto e Heroísmo, quando se honra a memória dos seis milhões de judeus assassinados pelos nazistas durante a Segunda Guerra. Neste dia, em Israel, as sirenes de alarme soam e guardam-se dois minutos de silêncio, sob o lema de “lembrar e recordar – jamais esquecer”.

O Teatro Anne Frank do Clube Hebraica estava lotado com a presença marcante da juventude. O evento teve o acendimento de seis velas por dirigentes comunitários, representantes da Marcha da Vida Universitária, rabinos e educadores, representantes dos movimentos juvenis e sobreviventes do Holocausto.

Além das lideranças da comunidade judaica, este ano, para marcar os 102 anos do Genocídio Armênio, Armen Kevork Pamboukdijan, dirigente da ACASP – Tashnagtsutiun, representando a comunidade armênia, foi um dos convidados para acender uma das velas.

Além dos discursos dos dirigentes e representantes do governo de Israel, o ponto alto foi o discurso de Miriam Nekrycz, viúva de Ben Abraham um dos maiores ativistas da comunidade judaica, bastião da luta pela condenação de nazistas e do nazismo.

A emoção e o compromisso com os direitos humanos marcaram esse ato.

Veja no vídeo abaixo:

Veja mais algumas fotos, abaixo:

Deixe um comentário