Home Eventos 125 anos do Tashnagtsutiun foram comemorados em São Paulo
0

125 anos do Tashnagtsutiun foram comemorados em São Paulo

0

Aswx3R1rhwRy1MqyPWK8d0zqG_1CDZWX-okkwp7SxeyRA festa de 125 anos do Tashnagtsutiun (Federação Revolucionária Armênia) foi comemorada nos salões do Clube Armênio no último dia 6 de dezembro com almoço e a presença de mais de 270 simpatizantes dessa heroica organização.

O evento foi conduzido pelos mestres de cerimônia Lia Kiledjian e Sarkis Heghenian que saudaram os presentes pedindo um minuto de silêncio pelos heróis armênios e pela alma da pequena Sophia Kissajikian Câncio.

Após essa justa homenagem o Presidente do Tashnagtsutiun de São Paulo, Onnig Tamdjian proferiu seu discurso de abertura lembrando que a história do partido se confunde com a história contemporânea do povo armênio. Os mestres de cerimônia agradeceram a presença das inúmeras autoridades entre elas: Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá, o Embaixador da Armênia no Brasil Sr. Ashot Galoyan, o Assessor Jurídico do Consulado da Colômbia, Sr. Grover Calderon, o Consul do Paraguai Sr. Alberto Gimenez Ferreir, e Konstantin Kamenev e Konstantin Birukov, ambos representando o Consulado russo em São Paulo.

Os presentes ouviram a palavra do Surpazan (Bispo) Nareg Berberian que lembrou a importância de se recuperar a cultura armênia e que esse é um dos trabalhos mais importantes que o Tashnagtsutiun sempre fez e promoveu na diáspora

A data foi importante para lembrar de alguns destacados colaboradores e membros do Tashnagtsutiun. O Patrono “in memoriam” da festividade foi o saudoso Prof. Antranik Tchilian. Seu legado cultural forjado em mais de 25 anos na direção da Escola Armênia de São Paulo – Externato José Bonifácio foi recordado como um dos mais importantes pilares da comunidade armênia do Brasil.

Um dos homenageados “in memoriam” foi o saudoso Mihran Boyadjian que durante décadas foi uma das mais importantes lideranças comunitárias e um grande benemerito.

O outro homenageado foi o Sr. Garabed Kouyomdjian. Héroi da resistência de Aintab chegou em São Paulo em 1930 e faleceu precocemente em 1945. Sua dedicação a armenidade deixou frutos importantes na figura de seus filhos e netos que jamais se afastaram da vida comunitária.

A festa contou também com a presença dos engers Miguel Racubian de Buenos Aires (Argentina) e Anahid Rizian Bogiatzian de São Paulo representando o Comitê Central Sul americano do Tashnagtsutiun.

O presidente do CNA Mundial, Giro Manoyan -vindo diretamente de Yerevan- também fez uso da palavra e falou sobre os 125 anos da entidade.

O Grupo de Danças Típicas Armênias “Kilikia” se apresentou mais uma vez de forma primorosa, emocionando todos os presentes. Os jovens Anaís Zadikian e Renan Heghenian também cantaram na festa.

O publico foi animado até a noite pelo renomado cantor Elie Berberian acompanhado de sua banda, vindos diretamente do Canadá para o evento, no que é a primeira passagem do grupo pela América do Sul.

Veja algumas fotos, abaixo:

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *