Home Da Redação Ataques azeris seguem intensos na fronteira de Karabakh

Ataques azeris seguem intensos na fronteira de Karabakh

0

Armenpress, Panarmenian

Em Janeiro de 2014 foram registrados 120 violações do cessar-fogo por parte das forças armadas do Azerbaijão na linha de contato entre Nagorno-Karabakh e Azerbaijão em apenas uma semana, durante os dias 05 e 11.

As forças azeris dispararam mais de 600 tiros de diversas armas de grosso calibre em direção à Karabakh, segundo o serviço de imprensa do exército de defesa NKR. O exército de defesa cumpriu com o seu dever militar em consonância com os princípios de cessar-fogo, tomando as medidas necessárias para proteger a linha de frente.

Já entre os dias 12 e 18 de janeiro foram registrados mais 150 violações dos azeris, sendo relatados mais de 800 tiros das tropas azeris.

Mais de 14 mil violações do cessar-fogo por parte das forças armadas do Azerbaijão foram relatados na linha de contato em 2012.

Os azeris desferiram mais de 68.700 tiros de diversas armas de grosso calibre em direção à Karabakh. Os casos de violações do cessar-fogo se intensificaram durante feriados estaduais e eventos especiais.

Herói armênio perde a vida defendendo a linha de contato

armenhov2O Sargento Junior Armen L. Hovhannisyan, nascido em 1994, foi morto na linha de contato resultado das tentativas simultâneas de penetração por parte de grupos azeris nos dias 19 e 20 de janeiro. Os ataques foram relatados no nordeste (Jraberd) e sudeste (Korgan) da linha de contato. Armen morreu em combate e foi enterrado com honras de herói militar.

Durante o embate, as unidades da linha de frente das Forças Armadas da República de Nagorno-Karabakh notaram as ações dos grupos azeris e iniciaram uma defesa organizada em ambas as direções. O rival foi jogado para trás sofrendo palpáveis perdas humanas e materiais. O Sargento Junior Armen L. Hovhannisyan morreu dos ferimentos resultantes da durante a troca de tiros na direção nordeste. Em 20 de janeiro o presidente da República de Artsakh, Bako Sahakyan, assinou um decreto sobre a concessão póstuma ao sargento júnior da divisão do Exército de Defesa NKR, Armen Hovhannisyan, com a medalha por bravura e coragem demonstrada durante a defesa da fronteira do estado NKR. Uma investigação foi iniciada para revelar os detalhes do incidente.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *