Da RedaçãoGenocídio ArmênioTudo

Genocídio Armênio nos livros escolares da Ucrânia

Via Yerkramas

Depois de França, foi a vez de a Ucrânia incorporar o genocídio armênio nas páginas dos livros de história. A partir de agora, os alunos das escolas ucranianas podem estudar casos ressonantes de políticas genocidas e violência dos governos por meio de um livro especial: “Genocídio e política de extermínio em massa da população civil no século XX”.

O livro escrito por Andrew Kozitskiv aborda as razões, características e impacto desses crimes, e é recomendado pelo Ministério da Educação e Ciência, Juventude e Desportos para estudantes em cursos de ciências humanas.

O Centro de Informações do jornal de armênios da Rússia “Yerkramas”, referindo-se aos meios de comunicação ucranianos, informou que o livro aborda o genocídio armênio no Império Otomano, o Holodomor de 1932-1933 na Ucrânia e o Holocausto de judeus europeus.

Separadamente dos casos acima citados, o livro trata de outros assassinatos em massa de civis que ainda não são reconhecidos como genocídio e foi escolhido como um dos 18 melhores livros do “Fórum de editores” que aconteceu este ano em Lviv.

“Um estudo detalhado do passado, juntamente com suas páginas atraentes e controversas, é extremamente importante para a Educação Liberal”, disse o autor.

Sobre o autor

Artigos

Jornalista de formação, é editor-chefe do site Estação Armênia.
Matérias Relacionadas
Eventos

Novo documentário de Gary Gananian sobre Artsakh será exibido em São Paulo

Gary Gananian, um dos diretores de Rapsódia Armênia, acaba de lançar um novo documentário…
Leia mais
Genocídio Armênio

Mississippi reconhece o Genocídio Armênio

Fontes : ArmRadio O Mississippi tornou-se o 50º estado dos EUA a…
Leia mais
Da Redação

Presidente armênio Armen Sarkissian renuncia por falta de influência

Fontes : Daily Sabah, ArmenPress, PanArmenian, President.am O presidente…
Leia mais

Deixe um comentário