Da Redação

Atentado na Turquia é o primeiro desde o envolvimento do país na crise síria

Fontes combinadas, Reuters , The Telegraph –

Uma explosão causada por um carro-bomba acionado por controle remoto em Gaziantep, cidade da Turquia hoje (20/08). Segundo a agência de notícias turca Dogan, o governador de Gaziantep, Erdal Ata, declarou que militantes curdos podem ser os autores do atentado que até agora contabilizou a morte de sete pessoas.

Segundo a agência Reuters não houve reivindicação imediata de responsabilidade, mas o sudeste da Turquia é o centro de ações da guerrilha do PKK – Partido dos Trabalhadores do Curdistão considerado um grupo terrorista pelos Estados Unidos e União Europeia. O grupo lançou uma insurgência separatista na região há aproximadamente 30 anos e vem combatendo tropas regulares turcas com poucas vitórias.

A situação é bem preocupante para o líder turco Racip Tayyip Erdogan. Ele busca um papel protagonista na crise síria mas enfrenta o crescimento da autoridade do PKK no lado sírio da fronteira..

No cidade onde ocorreu o atentado agora há pouco, Gaziantep, a Turquia abriu um centro para receber ajuda internacional para refugiados sírios que fogem da revolta contra o presidente há Bashar al-Assad. Já são cerca de 70 mil refugiados sírios.

Supostos membros do PKK emboscaram um ônibus militar turco no oeste da Turquia no início deste mês e dois soldados turcos foram mortos na segunda-feira por uma mina terrestre em uma estrada no sudeste da Turquia em um ataque também realizado por militantes do PKK.

Matérias Relacionadas
Da Redação

Presidente armênio Armen Sarkissian renuncia por falta de influência

Fontes : Daily Sabah, ArmenPress, PanArmenian, President.am O presidente…
Leia mais
Da RedaçãoTudo

Hrant Dink: Há 15 anos, jornalista armênio era assassinado na Turquia

No dia 19 de janeiro de 2007, em Istambul, na Turquia, o jornalista turco de origem armênia Hrant…
Leia mais
Da Redação

Declaração do Comitê da FRA sobre a normalização das relações entre a Armênia e a Turquia e a resolução do conflito de Artsakh

Fontes : CNA Argentina A Federação Revolucionária Armênia tem…
Leia mais

Deixe um comentário