Ararat Yerevan e Alashkert disputarão o título da Copa da Armênia

0
0

Alashkert tenta conquistar o torneio invicto, já o Ararat pode quebrar jejum de 12 anos sem títulos.

Ararat Yerevan e Alashkert farão a decisão da 30ª edição da Armenian Cup no próximo sábado, dia 15 de maio, às 12h (horário de Brasília), no estádio Republicano Vazgen Sargsyan em Yerevan. O Ararat busca o sexto título e o Alashkert tenta ser bicampeão do torneio.

Campeão de 1993, 1994, 1995, 1997, 2008 e vice em 2001 e 2007, o Ararat Yerevan, iniciou a Copa da Armênia de 2020/21 vencendo o Sevan em casa por 3 a 0 e por 3 a 1 fora (6 a 1 no agregado). Nas quartas de finais, perdeu a primeira partida por 2 a 0 fora de casa contra a equipe do West Armênia, mas reverteu o placar em casa após vencer por 5 a 1 (5 a 3 no Agregado). Nas semifinais enfrentou o seu rival homônimo, o Ararat-Armênia, venceu a primeira partida em casa por 2 a 0 e foi derrotado por 2 a 1 no jogo de volta, classificou-se a final devido ao placar agregado de 3 a 2.

O Alashkert dos brasileiros Thiago Galvão e Tiago Cametá vai a sua terceira final, a equipe foi vice-campeã na temporada 2017/2018 e venceu a copa da Armênia 2017/18. Nas oitavas de finais, o Alashkert eliminou o Shirak após vencer por 2 a 1 fora e por 1 a 0 em casa (3 a 1 no agregado). Nas quartas eliminou com facilidade o BKMA, 4 a 1 em casa e 2 a 1 fora (6 a 1 no agregado). Nas semifinais empatou por 1 a 1 com o Noah em casa e venceu por 3 a 1 fora classificando para a final em busca do titulo invicto.

Com 4 gols, o nigeriano Mory Kone do Ararat e o Bósnio Aleksandar Glišić disputam a artilharia da Armenian Cup, os atacantes podem ser decisivos nesta final.

As duas equipes atualmente brigam também pelo título da Armenian Premier League. O Alashkert ocupa a segunda posição com 37 pontos, já o Ararat ocupa a terceira colocação com 36 pontos, ambas com um jogo a menos e com 1 e 2 pontos respectivamente atrás do líder Noah. As equipes já se enfrentaram duas vezes na atual temporada, no primeiro jogo o Ararat venceu por 2 a 1 fora de casa no dia 21 de novembro de 2020. Na ultima segunda-feira, 10 de maio, o confronto terminou com um empate por 0 a 0. Dia 19 de maio acontecerá mais um confronto entre o Ararat e Alashkert pela penúltima rodada da liga que pode ser decisivo para definir o campeão.

Na Armenian Cup, o retrospecto é completamente favorável para o Alashkert, as equipes se cruzaram em 2014 e 2015 e em ambas as oportunidades o Alashkert eliminou o Ararat Yerevan. No retrospecto geral, o Alashkert também leva vantagem. São 37 partidas com 23 vitórias do Alashkert, 8 do Ararat e 6 empates, o Alashkert marcou 66 gols e o Ararat 41.

Fundado em 1935 com o nome de Spartak Yerevan, o Ararat Yerevan, assim chamado desde 1963, é uma das mais tradicionais equipes da Armênia, chegando a conquistar o Campeonato Soviético de 1973, titulo que qualificou o Ararat a participar da Copa dos Campeões da UEFA – atual Liga dos Campeões – na temporada 1974/75. Naquela edição, o clube chegou às quartas-de-final, perdendo para o Bayern Munique, um feito jamais repetido por uma equipe armênia.

Após a independência da Armênia de 1991, o Ararat conquistou o Campeonato da Armenia uma vez (1993), a Copa da Armenia cinco vezes (1993, 1994, 1995, 1997, 2008 ) e a Supercopa uma vez (2009). Na ultima década, a equipe passou por grandes dificuldades e sempre brigou na parte de baixo da tabela, porém manteve sua grande torcida leal ao time e na temporada atual está fazendo uma ótima campanha.

O Alashket foi fundado em 1990 e, apesar do pouco destaque nos seus primeiros 20 anos, a equipe cresceu na última década e conquistou seus mais importantes títulos como a Armenian Premier League três vezes (2015-16, 2016-17, 2017-18), uma Copa da Armênia: (2018-19) e duas Supercopas da Armênia (2016 e 2018).

Jonas Veras Paulistano, pai do Victor. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho, Doutor Palhaço aos finais de semana, torcedor fanático do Ararat Yerevan, fã do SOAD e por consequência da cultura Armênia.

Deixe um comentário