Da RedaçãoTudo

A Promessa de Eduardo Bolsonaro

O Deputado Federal Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) recomendou nesta sexta, 28 de agosto, em sua página no Facebook que seus seguidores assistam A Promessa (2017), filme sobre o Genocídio Armênio. Na postagem, ele compartilha resenha do filme feita por Gabriel de Arruda Castro, especial para a Gazeta do Povo.

O filme, que está disponível na plataforma Netflix, é uma superprodução que tem como pano de fundo o primeiro genocídio do século XX. Escrito por Terry George e Robin Swicord e dirigido por Terry George, o filme conta com as estrelas Oscar Issac, Christian Bale e Charlotte Le Bon.

Ressaltando o fato dos armênios serem cristãos, Bolsonaro confessa que ainda não assistiu ao filme, mas que em breve assistirá. Ao fazê-lo, o deputado federal terá contato com a história do povo armênio, marcada por violência, tortura, deportação e morte.

É no mínimo curioso que Bolsonaro mostre empatia pelo povo armênio – sem, aliás, condenar diretamente o negacionismo da República da Turquia e a hostilidade do Azerbaijão – dias depois de se reunir com o novo embaixador da República da Armênia no Brasil, Arman Akopian. É provável que o post seja fruto de conversas entre a diplomacia armênia e o deputado federal, que também é presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados. “Zerotrês” – como é chamado por seu pai Jair Bolsonaro – é conhecido por seu interesse em política externa e ativismo em questões diplomáticas, muitas vezes entrando em rota de colisão com o Ministério das Relações Exteriores e diplomatas de carreira.

Ao que parece, Eduardo Bolsonaro não tem intenção de fazer nenhum gesto relevante em direção à causa armênia, mas ganhar simpatia da comunidade armênia do Brasil e de seu novo embaixador, ao mesmo tempo em que acena à sua base eleitoral religiosa jogando luzes sobre o genocídio de um povo cristão em um império majoritariamente muçulmano. É bem sabido que o clã Bolsonaro não é muito afeito às causas humanitárias e às questões de direitos humanos. Portanto, o post do Deputado Federal é mais um gesto oportunista e eleitoreiro de um político que deseja capitalizar em cima da dor e sofrimento dos armênios.

Matérias Relacionadas
Artsakh

Armênia retirará suas tropas de Artsakh em Setembro

Fontes : Asbarez, Armenpress O chefe de segurança nacional da…
Leia mais
Artsakh

Comunidades armênias em Berdzor serão cedidas ao Azerbaijão

Fontes : Armenian Weekly Por Lillian Avedian A cidade de Berdzor…
Leia mais
Eventos

Novo documentário de Gary Gananian sobre Artsakh será exibido em São Paulo

Gary Gananian, um dos diretores de Rapsódia Armênia, acaba de lançar um novo documentário…
Leia mais

3 Comentários

Deixe um comentário