Tudo

Como adquirir sua cidadania da República da Armênia

Dupla Cidadania

Devido ao interesse de um número considerável de membros da comunidade armênia do Brasil nas redes sociais, o Estação Armênia traz essa matéria com o intuito de auxiliar os descendentes de armênios que vivem no Brasil e tem interesse em obter a sua dupla-cidadania da República da Armênia.

Para adquirir a cidadania armênia, o indivíduo deve estar de acordo com diversos requisitos preestabelecidos pela República da Armênia, tais quais como “ter residido na Armênia nos últimos três meses”; “conhecer a Constituição da Armênia”; “saber se expressar no idioma armênio”; entre outros, além de estar munido de diversos documentos. Claro que se o interessado não preencher tais requisitos, existem outras formas para obter a cidadania.

Entretanto, o processo não é simples, mas também não é impossível. Os interessados em adquirir sua cidadania da República da Armênia devem entrar em contato com o Consulado Geral da República da Armênia em São Paulo para mais esclarecimentos.

Em tempo: Este comunicado não foi enviado recentemente pelo consulado, entretanto este é o arquivo que era enviado a quem solicitava mais informações sobre a cidadania há algum tempo atrás.

Clique aqui para ler arquivo com todas as informações sobre a cidadania da República da Armênia, disponibilizado pelo consulado.


Serviço:
Consulado Geral da República da Armênia em São Paulo.
Alameda Santos, 1496 – Jardim Paulistano, São Paulo – SP.
Telefone:(11) 3071-3620

Matérias Relacionadas
Artsakh

Ministro das Relações Exteriores da Armênia denuncia Azerbaijão em Moscou

Fontes : Mirror Spectator O novo ministro das Relações Exteriores da…
Leia mais
Esportes

Armênia é goleada pela Alemanha nas Eliminatórias para a Copa do Mundo

Seleção armênia cai para a segunda posição no Grupo J. A Armênia foi derrotada por 6 a…
Leia mais
Esportes

Armênia empata e mantém liderança nas Eliminatórias da Copa

Seleção continua invicta e chega aos 10 pontos A Seleção Armênia de Futebol voltou a…
Leia mais

Deixe um comentário