Da RedaçãoGenocídio ArmênioTudo

Estudantes de Toronto dão as costas à negacionistas do Genocídio Armênio em evento

Fonte: ArmenianWeekly

DSC_6753No dia 27 de fevereiro, a juventude armênia realizou um protesto silencioso na palestra intitulada “- Centenário do sofrimento humano da Primeira Guerra Mundial na Anatolia Oriental  – apresentada pelos conhecidos negacionistas do Genocídio Armênio Justin McCarthy e Bruce Fein. 

A palestra aconteceu no campus St. George da Universidade de Toronto (UoftT) do Canadá, e foi organizada pela Federação das associações turcas canadense.

Já o protesto foi organizado pela Federação da Juventude Armênia do Canadá (AYF Canadá), em colaboração com a Associação de Estudantes armênios (ASA) da UofT (St. George e campi Scarborough), além da Armen Karo Student Association.

Mais de 70 ativistas de direitos humanos da comunidade universitária, que formavam a maioria dos presentes, realizou o protesto silencioso virando as costas para os palestrantes.

Os manifestantes aguardaram os palestrantes darem suas considerações iniciais sobre o tema e quando se tornou aparente e clara a negação do Genocídio Armênio, o grupo ficou de pé e deu as costas aos palestrantes (veja no vídeo abaixo).

Vários insultos raciais e comentários discriminatórios foram dirigidos contra os manifestantes, mas eles continuaram em silêncio.

Os organizadores interromperam brevemente a palestra, mas a segurança da universidade deixou claro que a forma de protesto não atrapalhava o andamento do evento, e os negacionistas foram convidados a continuar.

DSC_6794Os manifestantes continuaram de pé e de costas até que fizeram uma saída organizada, deixando os restantes vinte ou mais participantes que não estavam protestando na sala.

Em seguida, os manifestantes marcharam para o escritório da Diversidade Cultural e Anti-Racismo da universidade para exprimir a sua preocupação em relação ao evento, e para entregar uma petição com mais de 2.000 assinaturas denunciando o evento e exigindo que a universidade se distancie dos organizadores e palestrantes. O grupo já havia enviado para a universidade uma carta assinada por acadêmicos, grupos de direitos humanos e associações de estudantes exigindo que o evento fosse cancelado.

McCarthy, que anteriormente se afastou da Universidade de Melbourne e da Galeria de Arte de New South Wales, em 2013, é considerado um porta-voz do Estado turco e responsável por espalhar a negação do Genocídio Armênio. Fein trabalha para a Coalizão turca da América (TCA) como estudioso residente.

DSC_6772

O presidente da AYF – Canadá Daron Keskinian disse que era “extremamente preocupante” que tal evento ocorresse no UofT: “Como vimos hoje, a Universidade de Toronto deve distanciar-se deste evento imediatamente. Os organizadores da palestra têm usado o local para trazer legitimidade ao seu evento, e tem sido dada carta branca para apresentar a sua propaganda de negação às custas da reputação da universidade “, disse Keskinian.

O ASA da UofT divulgou um comunicado ressaltando que o evento deve ser desconcertante para a comunidade universitária em geral.

“No interesse de manter sua integridade e fazer as reparações para este evento que ocorre no campus, o Gabinete do Presidente da Universidade de Toronto irá publicar uma declaração indicando que eles se distanciam do evento. O Genocídio Armênio é ensinado nesta instituição e a Universidade de Toronto não deve fornecer pódios para aqueles que estão buscando legitimar a sua negação do primeiro genocídio do século XX “, dizia o comunicado.

2015 marca o 100º aniversário do Genocídio Armênio e está sendo rememorado em todo o mundo por inúmeras organizações e governos. Em 2004, o Parlamento do Canadá aprovou uma resolução reconhecendo o Genocídio Armênio e condenando-o como um crime contra a humanidade.

Fundada em 1934, a Federação Jovem Armênia do Canadá é a maior e mais influente organização juvenil armênio-canadense que trabalha para aumentar a consciência social, política, educação e cultura entre os jovens armênio-canadenses.

Matérias Relacionadas
Artsakh

Armênia retirará suas tropas de Artsakh em Setembro

Fontes : Asbarez, Armenpress O chefe de segurança nacional da…
Leia mais
Artsakh

Comunidades armênias em Berdzor serão cedidas ao Azerbaijão

Fontes : Armenian Weekly Por Lillian Avedian A cidade de Berdzor…
Leia mais
Eventos

Novo documentário de Gary Gananian sobre Artsakh será exibido em São Paulo

Gary Gananian, um dos diretores de Rapsódia Armênia, acaba de lançar um novo documentário…
Leia mais

Deixe um comentário