CulturaGenocídio ArmênioTudo

Exposição online sobre o papel da Santa Sé de Etchmiadzin durante o Genocídio Armênio

PanArmenian
exhibit_first_refugeO Instituto Nacional Armênio (ANI), Museu do Genocídio Armênio da América (AGMA) e Assembleia Armênia da América (Assembly) em conjunto e em cooperação com a Santa Sé de Etchmiadzin, o Museu-Instituto do Genocídio Armênio em Yerevan, e a Arquivo Nacional da República da Armênia, anunciaram o lançamento de uma grande exposição constituída por 20 painéis com mais de 150 fotografias históricas que documentam o papel da Igreja armênia durante o Genocídio Armênio.

Intitulado “O Primeiro Refúgio e a Última Defesa: A Igreja Armênia, Etchmiadzin, e o Genocídio Armênio”, a exposição explica a importância da Santa Sé de Etchmiadzin durante o Genocídio. Ela também examina o papel de liderança fundamental desempenhado pelo clero, especialmente a intervenção muito importante de Sua Santidade, o Catholicos Gevorg V Sureniants, em alertar os líderes mundiais sobre os massacres, que foi efetivamente a emissão do primeiro “alerta precoce” de um genocídio iminente, segundo a ANI.

A exposição proporciona ampla evidência da ajuda proporcionada por colegas armênios aos refugiados que fugiam da Turquia Otomana enquanto o regime dos Jovens Turcos prosseguia o seu caminho em direção a destruição dos armênios. Atualmente poucos se lembram que as primeiras pessoas que deram auxílio aos que fugiam e aos famintos eram armênios através da fronteira russo-turca, que recebiam seus compatriotas em suas casas e abriam as portas das suas escola, hospitais e outras instalações para abrigo, cuidado e alimentação dos famintos, doentes, e sem-teto.

Com depoimentos de sobreviventes e testemunhas, a exposição reconstrói este capítulo particular do Genocídio Armênio, um capítulo muitas vezes esquecido no contexto das deportações em massa de armênios de toda Turquia Otomana para o interior do deserto da Síria, onde centenas de milhares de pessoas morreram de fome, sede, e assassinatos. O episódio em Van foi trágico e o número de mortos foi feroz, milhares que aparentemente estavam segurança acabaram morrendo de exaustão. O medo, fome e epidemias violentas cresciam enquanto os recursos em Armênia Oriental iam rapidamente se esgotando e Etchmiadzin era transformada durante a noite em um vasto e fétido campo de refugiados.

Com 3 mapas, 12 documentos históricos e recortes de jornais, e 16 testemunhos de sobreviventes, específicos para os detalhes dos eventos documentados com mais de 150 fotografias, a exposição reconstrói o Genocídio em uma única região da histórica Armênia e revela como o povo do Oriente Armênio tomou conhecimento das políticas dos Jovens Turcos durante a Primeira Guerra Mundial. A exposição combina imagens obtidas a partir de arquivos e museus na Armênia e América e as conecta nesta primeira extensa exposição narrativa sobre o Genocídio Armênio.

A exposição também explora o papel dos leigos na resposta aos apelos da Igreja Armênia e revela como a inteligência armênia oriental, representada por figuras como Hovhannes Tumanian, escritor mais importante de sua época, e o famoso artista Martiros Sarian, cooperaram estreitamente com a Santa Sé a fim de ajudar os refugiados armênios ocidentais.

Numerosas outras figuras importantes também estão representadas através de fotografias e depoimentos na exposição, incluindo o presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson, o secretário de Estado dos EUA, William Jennings Bryan, o missionário americano em Van, Dr. Clarence D. Ussher, o príncipe Argoudinsky-Dolgoroukov, Komitas, Alexander Khatisian, Aghassi Khanjian e o general Andranik Ozanian.

O arquivo com o conteúdo completo da exposição pode ser encontrado clicando aqui. (inglês)

Quer saber mais sobre o Genocídio Armênio? Visite genocidioarmenio.com.br

Matérias Relacionadas
Artsakh

Armênia retirará suas tropas de Artsakh em Setembro

Fontes : Asbarez, Armenpress O chefe de segurança nacional da…
Leia mais
Artsakh

Comunidades armênias em Berdzor serão cedidas ao Azerbaijão

Fontes : Armenian Weekly Por Lillian Avedian A cidade de Berdzor…
Leia mais
Eventos

Novo documentário de Gary Gananian sobre Artsakh será exibido em São Paulo

Gary Gananian, um dos diretores de Rapsódia Armênia, acaba de lançar um novo documentário…
Leia mais

Deixe um comentário