Da RedaçãoTudo

Obra “A banalidade da Indiferença: o sionismo e o genocídio armênio” é lançada em língua armênia em Yerevan.

Fontes Combinadas –

banalidae israelO livro “A banalidade da indiferença” do escritor israelenses Yair Auron foi lançado hoje em Yerevan. A obra trata de assuntos e comparações entre o genocídio armênio e o holocausto judeu. O autor é um crítico feroz dos sucessivos governos israelenses que protelam ou tergiversam sobre a tragédia ocorrida em 1915.

Editado em hebraico em 2001 e posteriormente em inglês e agora em armênio, o livro é um esforço intelectual apurado não negar a singularidade das duas tragédias. Auron é muito cuidadoso quando distingue o genocídio armênio e seus desdobramentos políticos e as questões de identidade armênia. Como um trabalho inovador da história comparada, o intelectual brinda seu leitor com uma abordagem do tema dentro do universo sionista de Israel.

O Presidente da União de Escritores Armênios Levon Ananyan afirmou hoje durante a entrevista coletiva de lançamento que é um livro fundamental pela ousadia e originalidade na abordagem do assunto.

Yair Auron é chefe do Departamento de Sociologia e Política da Universidade Aberta de Israel e faz parte do Conselho acadêmico do Zoryan Institute de Cambridge.

 

Matérias Relacionadas
Da Redação

Presidente armênio Armen Sarkissian renuncia por falta de influência

Fontes : Daily Sabah, ArmenPress, PanArmenian, President.am O presidente…
Leia mais
Da RedaçãoTudo

Hrant Dink: Há 15 anos, jornalista armênio era assassinado na Turquia

No dia 19 de janeiro de 2007, em Istambul, na Turquia, o jornalista turco de origem armênia Hrant…
Leia mais
Da Redação

Declaração do Comitê da FRA sobre a normalização das relações entre a Armênia e a Turquia e a resolução do conflito de Artsakh

Fontes : CNA Argentina A Federação Revolucionária Armênia tem…
Leia mais

Deixe um comentário