Da RedaçãoGenocídio Armênio

Assassino do jornalista Hrant Dink é condenado a 22 anos de prisão

Asbarez; Panarmenian; e outros – 

O tribunal de Istambul condenoumorte de hrant dink o principal suspeito do assassinato em 2007 do jornalista turco-armênio Hrant Dink a quase 23 anos de prisão na segunda-feira, a agência de notícias Anatólia informou.

O tribunal condenou Ogün Samast à prisão perpétua, mas reduziu a pena para 21 anos e meio já que ele ainda era menor de idade na época do assassinato em 2007. Samast também recebeu uma pena de prisão de mais 16 meses pela posse de uma arma sem licença.

Samast tinha 17 anos e era desempregado quando atirou no jornalista que havia enfurecido nacionalistas com seus artigos sobre armênios na Turquia e a da defesa do reconhecimento do Genocídio Armênio.

Dink era o editor do jornal bilíngue turco-armênio Agos. Ele foi baleado em plena luz do dia assim que deixou seu escritório no distrito de Istambul Şişli. O assassino, Samast, foi capturado cerca de um dia após o assassinato. Outros suspeitos, incluindo Yasin Hayale e Erhan Tuncel, foram capturados no dia seguinte sob acusação de ajudar Samast no assassinato de Dink.

Saiba mais sobre o caso: http://54.157.185.59/2011/05/1400/

Sobre o autor

Artigos

Co-criador do Portal Estação Armênia. Engenheiro Mecânico e de automação, Descobri a ascendência armênia tardiamente e tenho me dedicado à criar conteúdo online para a comunidade desde então. Atualmente morando em Toronto.
Matérias Relacionadas
Da Redação

Presidente armênio Armen Sarkissian renuncia por falta de influência

Fontes : Daily Sabah, ArmenPress, PanArmenian, President.am O presidente…
Leia mais
Da RedaçãoTudo

Hrant Dink: Há 15 anos, jornalista armênio era assassinado na Turquia

No dia 19 de janeiro de 2007, em Istambul, na Turquia, o jornalista turco de origem armênia Hrant…
Leia mais
Da Redação

Declaração do Comitê da FRA sobre a normalização das relações entre a Armênia e a Turquia e a resolução do conflito de Artsakh

Fontes : CNA Argentina A Federação Revolucionária Armênia tem…
Leia mais

Deixe um comentário