Home Da Redação Parlamento de Nova Gales do Sul na Australia reconhece República de Nagorno-Karabagh

Parlamento de Nova Gales do Sul na Australia reconhece República de Nagorno-Karabagh

0

A Assembleia Legislativa da Província Nova Gales do Sul o aprovou ontem uma resolução que reconhece a República de Nagorno-Karabakh e o direito à autodeterminação do povo armênio, que declarou sua independência da opressão azerbaijana há 20 anos, informou o Comitê Nacional Armênio da Austrália( CNA-Austrália)

A moção, que foi aprovada por unanimidade, foi uma conquista depois de muitos meses de intenso trabalho dos ativistas do CNA australiano. A proposta foi apresentada Deputada Marie Ficarra, importante defensora da causa armênia há muitos anos na Austrália.

O ato reconhece o 20 º aniversário da independência do Nagorno-Karabakh e “apela ao Governo da Austrália a reconhecer oficialmente a independência de Nagorno Karabakh e fortalecer a relação da Austrália com o Nagorno-Karabakh e dos seus cidadãos “.

O Diretor Executivo do CNA-Austrália Vache Kahramanian e o Diretor de Comunicações Haig Kayserian estavam presentes na sessão e puderam testemunhar a aprovação histórica bem como a determinação dos legisladores na defesa do povo armênio.

“Nagorno Karabakh é um dos temas mais importantes para o CNA-Austrália .O resultado de hoje é uma vitória para todos aqueles que continuam a ser oprimidos sob regimes brutais “, comentou Kahramanian.

“A Assembleia de Nova Gales do Sul sempre foi, e continua a ser, um farol de esperança na defesa dos direitos humanos. Agradecemos a todos os membros do Conselho Legislativo para assumir uma postura de defender o direito humano básico de auto-determinação. Em particular agradecemos Marie Ficarra por sua postura corajosa. “

O Presidente Honorário do CNA-Austrália, Greg Soghomonian saudou esta decisão histórica, Soghomonian disse: “A República de Nagorno Karabakh  recebe agora o status que há muito que merecia – uma república independente e democrática. Este é um marco significativo para a comunidade armênio-australiana e da comunidade armênia em geral. “

Ele acrescentou: “Este movimento serve como uma prova da força do CNA da Austrália em garantir a representação de todas as questões de importância para a nossa comunidade.”

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *