Home Da Redação Neto de Cemal Pasha adota a causa do Genocídio Armênio

Neto de Cemal Pasha adota a causa do Genocídio Armênio

0

Via ArmenPress.

urlHasan Cemal (Djemal), repórter do jornal turco “Milliyet”, declarou na conferência “De Deir ez-Zor à Tsitsernakaberd”, organizada 31 de março em Los Angeles pela diáspora Armênia, que compartilha “a dor do genocídio com os armênios”.

Hasan Cemal é neto de Djemal Pasha, um dos organizadores do Genocídio Armênio. A Armenpress relata que em um artigo “Milliyet”, intitulado “O que vai dizer o neto de Cemal?”, Hasan mencionou que durante a conferência que ele proferiu a palavra “genocídio” por várias vezes.

“A dor, é claro, não será esquecida. No entanto não podemos permitir que a dor e a tortura fechem a rota para a paz “, Hasan Cemal escreveu no artigo.

Hasan visitou, em 2008, o Memorial Tsitsernakaberd e colocou uma coroa de flores em memória das vítimas do Genocídio Armênio. Cemal Pasha foi morto em 25 julho de 1922 por Stepan Tsaghikyan e Petros Poghosyan como parte da Operação Nemesis, idealizada e levada à cabo pela Federação Revolucionária Armênia.

Um dos  casos mais emblemáticos da “Nemesis” é o assassinato de Talaat Pasha à luz do dia na cidade de Berlim (Alemanha), em 1921, por Soghomon Tehlirian, jovem que depois foi absolvido por um Tribunal Internacional que considerou o seu ato como “legitima defesa tardia” ao Genocídio Armênio.

url-1

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *