Home Eventos História da Armênia Moderna é tema de palestra na Casa da Bóia
0

História da Armênia Moderna é tema de palestra na Casa da Bóia

0
0

No próximo dia 25 de março a Casa da Bóia promoverá a palestra sobre a História da Armênia Moderna: da ascensão e crise do Império Otomano e o planejamento, execução e negação do Genocídio Armênio à resistência nacional e estabelecimento da República da Armênia.

Desde 2019 a Casa da Boia Cultural, num trabalho de promoção e resgate da herança armênia familiar, tem promovido um ciclo de palestras abertas e gratuitas sobre a história da Armênia proferidas pelo professor Sarkis Ampar Sarkissian que já tratou dos períodos da Antiguidade e Idade Média. As inscrições são realizadas diretamente pelo site (https://casadaboia.com.br/palestra-historia-armenia-moderna/), pois as vagas são limitadas ao espaço do auditório.

A próxima palestra abordará a queda de Constantinopla, que deu origem à fundação do Império Otomano e seu apogeu entre os séculos XV e XVII.

Consequentemente às crises enfrentadas pelo império, analisará ainda o surgimento do movimento de despertar nacional armênio juntamente com a Questão Armênia, bem como a ascensão dos Jovens Turcos e a implementação da ideologia panturquista.

No contexto da Primeira Guerra Mundial, tratará do plano de fundo para planeamento e execução do Genocídio Armênio, que é tema central da palestra. O episódio histórico é até hoje negado pela Turquia e objeto de litígio entre armênios e turcos.

Por fim, serão abordados os movimentos de resistência nacional e o estabelecimento da República da Armênia no âmbito de subsequentes tratados internacionais resultantes do jogo de interesses e negociações das potenciais mundiais.

A empresa, que completa 122 anos neste ano, foi fundada pelo imigrante armênio-sírio Rizkallah Jorge Tahanian, especialista e pioneiro do ramo de metalurgia e hidráulica no Brasil. Rizkallah Jorge foi um grande benemérito e mecenas da comunidade armênia tanto do Brasil quanto da Síria. Em sua casa, localizada sobre o mesmo palacete que ainda funciona a empresa, abrigou refugiados armênios recém-chegados ao Brasil dando a eles ajuda de primeiras necessidades e oferecendo ainda condições para se instalarem economicamente na capital paulista. No mesmo local foi celebrada ainda a primeira missa armênia no Brasil, em 20 de janeiro de 1924.

Em meio às comemorações de 120 anos, a Casa da Boia promoveu a exposição “Entre papéis, fotografias e objetos: o acervo de Rizkallah Jorge Tahan”, inaugurando assim o projeto Casa da Boia Cultural, sob direção de Adriana Hannud Rizkallah, nas dependências da residência de seu fundador. A exposição de longa duração está aberta até hoje e é ainda uma ótima oportunidade para quem for à palestra de conhecer mais sobre a imigração armênia, empreendedorismo e o legado arquitetônico e de benemerência de Rizkallah Jorge.

A frente dos negócios da família, Mario Roberto Rizkallah é um grande entusiasta do prestigio acumulado pela empresa centenária, bem como da renovação do Centro de São Paulo por meio da recuperação da memória de seu avô. A Casa conta desde o ano passado com visitas mensais concorridíssimas guiadas pelos historiadores Renata Geraissati e Diógenes Sousa, que realizaram trabalhos sobre a vida e obra de Rizkallah Jorge.

Casa da Boia Cultural
Rua Florêncio de Abreu, 119 Centro – São Paulo, SP
Metrô São Bento

Deixe um comentário