Home Da Redação Yerevan elege novo prefeito, Hayk Marutyan, com 81% dos votos
0

Yerevan elege novo prefeito, Hayk Marutyan, com 81% dos votos

0
0

(Por: Nairi Zadikian de Yerevan)

A coligação “Im qayle” (Meu passo), liderada pelo candidato Hayk Marutyan e sob o apoio do primeiro-ministro armênio Nikol Pashinyan, obteve uma vitória expressiva nas eleições municipais da capital, Yerevan, que foram consideradas o primeiro grande teste de força política do novo líder, desde a renúncia do ex-primeiro-ministro Serzh Sargsyan, e mudança do governo.

A Comissão Eleitoral Central declarou em 24 de setembro que o bloco “Im qayle” de Pashinyan recebeu 81% dos votos, muito mais do que suficiente para nomear seu principal candidato, o ator e produtor Hayk Marutyan, prefeito de Yerevan. Hayk Marutyan é um ator armênio, humorista, showman, roteirista e produtor nascido em Yerevan.

Mayoral elections in Yerevan, Armenia

O partido “Próspera Armênia” do empresário Gagik Tsarukyan obteve segundo lugar das intenções de voto, porém com vasta diferença, 7%, seguido pela coligação “Luz”, que obteve 5%. Desta forma, ambos partidos obterão postos na administração da cidade.

Segundo a constituição armênia, as alianças ou partidos políticos precisam conquistar pelo menos 8% dos votos para serem representados no conselho da cidade. No entanto, a lei também estipula que a administração deve ser composta por pelo menos três grupos políticos diferentes, e por este motivo, “Meu Passo”, “Próspera Armênia” e “Luz” são os grupos eleitos para compor a prefeitura.

Abaixo o resultado geral dos votos:

Partido/Coligação

Votos (unid)

Porcentagem (%)

Coligação “Meu passo”

294109

81,06

Partido “Próspera Armênia”

25219

6,95

Coligação “Luz”

18122

4,99

Partido “Federação Revolucionária Armênia”

5882

1,62

Partido “País Tsirani”

5059

1,39

Coligação “Yerevan”

2985

0,82

Partido “Herança”

2709

0,75

Coligação “Sociedade de Yerevan”

2502

0,69

Partido “Caminho democrático”

799

0,22

Partido “Reformista”

792

0,22

Partido “Hayq”

692

0,19

Cerca de 43,7% dos eleitores registrados na capital comparecem às urnas este ano. Este fator foi avaliado como positivo, visto que expressa maior interesse em participação se comparado com os quase 41% registrados nas eleições municipais anteriores, em maio de 2017, que foram vencidas de forma controversa pelo Partido Republicano da Armênia. Em julho passado, o ex-prefeito Taron Margaryan renúnciou ao cargo (relembre aqui).

Pashinyan participou ativamente da campanha eleitoral local, retratando a votação em Yerevan, onde vive quase metade da população do país, como um referendo sobre seu futuro político. Ele declarou ainda que precisava de uma “gestão forte” para ter apoio e pressionar o governo pela realização de eleições parlamentares na Armênia nos próximos meses.

Pashinyan, cuja popularidade até agora se deve principalmente pela postura de anticorrupção e reforma econômica, pediu duas vezes para que a população participasse ativamente nas eleições.

“Espero que meus compatriotas de hoje participem ativamente da votação e não fiquem em casa porque não há dúvida de que vocês são os que decidirão [o resultado da eleição]”, disse ele em um vídeo ao vivo no Facebook na manhã do dia da eleição (veja abaixo).

Pashinyan também parecia satisfeito com a condução das eleições pelas autoridades, dizendo que foram “exemplares”, já que este ano os registros de irregularidades foram quase inexistentes se comparados a eleições anteriores, as quais foram marcadas por tentativas de voto múltiplo, pagamento de suborno, e agressões. No total, as autoridades policiais receberam 25 queixas sobre supostas violações, que estão sendo investigadas.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *