Home Da Redação Na Armênia, vereador Gilberto Natalini visitou o memorial do Genocídio Armênio em Erevan

Na Armênia, vereador Gilberto Natalini visitou o memorial do Genocídio Armênio em Erevan

0

Esteve na Armênia o representante do Partido Verde brasileiro e membro do conselho de cidades irmãs Erevan/São Paulo, o vereador Gilberto Natalini. Ele contou com a companhia do presidente do CNA-Brasil, Kevork Zadikian.

Gilberto Natalini desenvolve ativamente trabalhos prol da Causa Armênia no Brasil, além de defender ainda o direito de autodeterminação de Artsakh. O vereador Paulista chegou à Armênia no dia 5 de janeiro na Armênia, à convite da Federação Revolucionária Armênia – Tashnagtsutiun, Gilberto Natalini permaneceu até o dia 10 na Armênia. 

A visita de Natalini à Armênia foi muito produtiva.  Natalini teve encontro com o prefeito de Erevan, Taron Margaryan. Em entrevista ao Yerkir.am, Natalini registrou que, uma vez que São Paulo e Erevan são cidades irmãs, foi possível concretizar alguns acordos com o prefeito Margaryan. “Tratou-se com o prefeito sobre a cooperação entre as duas cidades. Até mesmo conseguimos concretizar o acordo de que o prefeito de São Paulo visitará Erevan para participar dos 2800 anos da cidade” disse Natalini.

O vereador disse ainda que foram tratados outros diversos assuntos durante encontro com o prefeito, mas que o mais importante foi a aproximação entre Erevan e São Paulo e, por que não, com Artsakh também, não somente através da cultura, como também da política.  Durante a entrevista, Natalini registrou também que teve encontros com outros deputados armênios.

Ele também visitou o memorial do Genocídio Armênio, o Tsitsernagapert e prestou homenagem em memória dos mártires.  “Estou muito emocionado. Eu conheço a história de vocês e agora estou muito emocionado que pude prestar homenagem aos mártires e depositar flores no mausoléu” disse.

Segundo o brasileiro, o que o mais emocionou foi ver que os armênios dão muita importância às suas raizes, ao passado e ao presente. “Vocês dão valor ao passado, preservando os dois lados, o moderno e as raizes. Assim, conseguem manter a história, e estou emocionado com a força de vocês”Natalini disse que, pelo o que conhece da Comunidade Armênia do Brasil, pode afirmar que na Armênia também há a manutenção a mesma nação pura.  “Vocês são a mesma nação limpa e trabalhadora. Tudo aquilo que eu imaginava, pude perceber e constatar com mais clareza aqui” disse.

Natalini informou também que realizou viagem de 3 dias à Artsakh, de 5 a 7 de janeiro. “Estou muito impressionado com Artsakh. Comemorei o Natal junto aos armênios de lá, estive em Shushi e Gandzasar. Estou feliz e animado depois da minha estadia em Artsakh”. Este fato deve render ao vereador a inclusão de seu nome na “lista negra” com os nomes de Peronas Non Gratas pelo governo ditatorial de Alyiev no Azerbaijão, e que já conta com alguns brasileiros (confira a lista aqui)

Temos trabalhado com afinco para que o genocídio armênio seja reconhecido pelo Brasil. Essa lamentável tragédia aconteceu e precisa ser lembrada e reconhecida oficialmente, para que nunca mais se repita. A viagem foi muito proveitosa, fizemos diversos contatos com as autoridades locais e chegando ao Brasil vamos continuar a nossa luta pelo reconhecimento do genocídio e também efetivar parcerias entre São Paulos e cidades armênias, como Erevan e Stepanakert”, disse Natalini.

É bom lembrar que em 2018, Natalini participará das eleições parlamentares no Brasil.

Obs.: As passagens foram pagas por Natalini e a parte terrestre pelo Conselho Nacional Armênio. A viagem não gerou nenhum custo aos cofres públicos. 

Colaboração: Nairi Zadikian.

 

Veja mais fotos abaixo:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *