Home Tudo Hrant Markaryan esteve presente aos 127 anos do Tashnagtsutiun em São Paulo
0

Hrant Markaryan esteve presente aos 127 anos do Tashnagtsutiun em São Paulo

0

Na noite do último domingo, dia 19 de novembro, o Tro Gomidê de São Paulo realizou sua confraternização pelos 127 anos de fundação do Tashnagtsutiun, em jantar realizado no Salão Tchilian da SAMA Clube Armênio.

A Engueruhi Lia Kiledjian foi a responsável por conduzir o evento, que foi abrilhantado pela presença do Enguer Hrant Markaryan, presidente do Bureau da organização sediado em Yerevan na Armênia. Enguer Markaryan passou pelo Brasil como parte de sua viagem pela América do Sul onde teve intensa agenda de reuniões e visitas as coletividades de Buenos Aires, Córdoba, Montevideo e São Paulo.

Em seu discurso, Enguer Markaryan falou da importância do Tashnagtstutiun desde a época da luta pela libertação da Armênia do julgo otomano. Enfatizou também a importância da Primeira Independência da Armênia em 1918, na qual o Tashnagtsutiun teve papel decisivo. Ainda comentou que a diáspora é a força da nação armênia, e da mesma forma o papel do partido neste sentido é mais do que relevante.

O Tro Gomidê e toda a família tashnagtsagan de São Paulo ficaram honrados com a presença do Primaz Titular da Igreja Apostólica Armênia do Brasil Bispo Nareg Berberian acompanhado do Arcipreste Der Yeznig Guzelian, da Igreja Apostólica Armênia São Jorge de São Paulo e pelo Arcipreste Der Boghos Baronian, da Igreja Apostólica Armênia São João Batista de Osasco Como vem sendo tradição desde 2015 o Tro Gomidê vem homenageando pessoas e famílias que se dedicam a defesa da armenidade. Em 2015, foram homenageados in Memorian, o Professor Hagop Tchilian e o Sr. Mihran Boyadjian.

Em 2016 foi homenageada a família Kiledjian e em 2017 o Tro Gomidê de São Paulo decidiu homenagear o patriota armênio Ascenção Kouyomdjian, atual diretor do Clube Armênio e que prestou serviços importantíssimos para todas as entidades armênias sem distinção. Ascenção Kouyomdjian, empresário, jamais se ausentou da vida comunitária e de forma entusiasta participa até hoje de inúmeros esforços e iniciativas.

Para dirigir algumas palavras ao homenageado veio diretamente de Buenos Aires, Argentina, o Enguer Janik Ketchian, Presidente do Comitê Central do Tashnagtsutiun da América do Sul, que destacou a importância de figuras de relevo como o estimado Ascensão Kouyomdjian para a vida das comunidades armênias. Pessoas como o homenageado tem a larga compreensão de seu papel na história do seu povo e sua benevolência devem servir de inspiração para todos nós. O Enguer Janik Ketchian entregou uma placa recordatória dessa singela homenagem para este valoroso armênio. Em sua fala Ascensão Kouyomdjian agradeceu a homenagem e reafirmou seu compromisso com a armenidade (veja abaixo). 

A confraternização foi abrilhantada com a presença dos seguintes representantes comunitários. – Enguer Nigol Nigoghosian, Presidente da Diretoria Executiva da SAMA , Clube Armênio. – Enguerouhy Takui Sarkisian , Presidente do Hamazkayin Brasil, Associação Educativa e Cultural Armênia. – Enguer Jirair Mahseredjian, Presidente do Conselho Deliberativo da SAMA – Clube Armênio. – Enguerouhy Silva Kahtalian – Presidente da HOM – Associação Beneficente de Damas Brasil Armênia, Filial Arpi de São Paulo, acompanhada da Vice-Presidente Arakcy Mahseredjian – Prof. Dr. João Carlos Boyadjian, Presidente do Fundo Armênia do Brasil – Sr. Eduardo Libarid Amiralian, representante da Sociedade Beneficente e Cultural Marachá. – Enguer Garo Seferian, membro do Conselho Central da União Juventude Armênia (U.J.A.) da América do Sul, vindo diretamente de Buenos Aires.

O emotivo encontro foi encerrado com o bolo em homenagem aos 127 anos do Tashnagtsutiun e a certeza de que a luta pela Armênia e pela armenidade vai persistir durante todo o sempre. Comitê Tro – São Paulo.

Armen Kevork Pamboukdjian Editor-chefe e redator do Estação Armênia. Nascido na capital Paulista, é formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho, em skate pela faculdade das ruas e em causa armênia pela universidade da luta e resistência.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *