Home Da Redação OSCE manifesta profunda preocupação com as recentes violações do cessar-fogo pelo Azerbaijão

OSCE manifesta profunda preocupação com as recentes violações do cessar-fogo pelo Azerbaijão

0

Via The Armenian Weekly


A OSCE (Organização para a Segurança e Cooperação na Europa) manifesta a profunda preocupação com as recentes violações do cessar-fogo após reunião com Aliyev.

BAKU, Azerbaijão (AW) – Os Co-presidentes do Grupo Minsk da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) expressaram profunda preocupação com as recentes violações do cessar-fogo de Artsakh, resultando em baixas na Linha de Contato (LoC), após reunião com o presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev, no dia 19 de junho.

Reunião do Grupo Minsk da OSCE com o Presidente Aliyev do Azerbaijão (Foto: Gabinete do Presidente do Azerbaijão)

Em um comunicado divulgado pelos embaixadores Igor Popov da Rússia, Stephane Visconti da França e Richard Hoagland dos EUA após sua visita à região, os co-presidentes apelaram para a liderança do Azerbaijão para evitar uma maior escalada e enviou a “mesma mensagem para a liderança da Armênia e as autoridades de fato de Nagorno-Karabagh”, incentivando os lados a considerar medidas que reduzam as tensões no LoC e na fronteira internacional entre a Armênia e o Azerbaijão. A declaração não destacou um lado como sendo responsável pela recente escalada de violência.

Popov, Visconti e Hoagland, juntamente com o Representante Pessoal do Presidente em exercício da OSCE, o Embaixador Andrzej Kasprzyk, viajaram para a região em junho para discutir a posição dos lados para os próximos passos no processo de paz de Artsakh, após o trilateral Reunião ministerial em Moscou em 28 de abril, bem como a situação geral na zona de conflito.

Os co-presidentes reuniram-se com o presidente armênio Serzh Sargsyan em Yerevan, em 10 de junho e com o presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev, em Baku, no dia 19 de junho. Em ambas as capitais, eles também realizaram consultas com os Ministros dos Negócios Estrangeiros e da Defesa.

Os Co-Presidentes também viajaram para Artsakh para se encontrarem com o que eles chamaram de “autoridades de fato” e visitaram os distritos de Kovsakan (Zangelan), Vorotan (Kubatly), Berdzor (Lachin) e Karvajar (Kelbajar).

Uma cena da reunião com o presidente armênio Serzh Sargsyan (Foto: Gabinete de Imprensa do Presidente da Armênia)

De acordo com o comunicado, os Co-Presidentes também se reuniram com a “comunidade azerbaijana de Nagorno-Karabakh” em Baku.

“Em ambas as capitais, os Co-Presidentes convidaram as partes a se reencontrarem nas negociações sobre o conteúdo, de boa fé e com vontade política. Eles ressaltaram que esta é a única maneira de trazer uma paz duradoura para as pessoas da região, que esperam e merecem o progresso na solução do conflito. Os presidentes expressaram sua intenção de retomar o diálogo político na tentativa de encontrar uma solução de compromisso para as questões mais controversas do acordo “, lê uma parte da declaração.

Os co-presidentes vão viajar para Viena para informar os membros do Grupo de Minsk em 3 de julho. Eles também planejam voltar a se encontrar com os Ministros dos Negócios Estrangeiros do Azerbaijão e da Armênia.

Maria Carolina Chaves Indjaian Colaboradora. Carioca da gema que viveu em Curitiba desde criança e agora mora em Toronto. É advogada, formada em Direito pela Universidade Positivo e aficcionada por Direitos Humanos. O coração e o sangue sempre falam mais alto no que diz respeito à Armênia.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *