Home Retrospectiva Cultura A poesia de Raquel Naveira e os armênios

A poesia de Raquel Naveira e os armênios

0

Informativo-Armênia

 

Informativo ARMÊNIA 2016
EDIÇÃO ESPECIAL
Redatora: Sossi Amiralian


A POESIA DE RAQUEL NAVEIRA E OS ARMÊNIOS

Raquel Naveira - Foto: Divulgação
Raquel Naveira – Foto: Divulgação

Conheci a escritora Raquel Naveira na Academia Paulista de Letras, em outubro de 2008, por ocasião da apresentação que fiz da obra do romancista armênio-americano William Saroyan, aos acadêmicos, à comunidade armênia e paulistas. Enquanto aguardava a palavra do então presidente, Dr. José Renato Nalini, para dar início à sessão, ao lado do Príncipe dos Poetas Paulo Bonfim, momentos antes, Raquel Naveira veio chegando … e apresentou-se como escritora mato-grossense, acadêmica e professora, interessada em ouvir um pouco mais do que já conhecia dos armênios. Esta aproximação de Raquel marcou o início de nossa amizade.

Tínhamos em comum o amor à Literatura e aos armênios. Acompanhei o trajeto literário de Raquel, lendo suas obras, poemas, ensaios e crônicas, os encontros literários por ela promovidos, as entrevistas pelas TVs, e ela, reciprocamente, recebendo meus e-mails, artigos e notícias redigidos e publicados no Informativo ARMÊNIA. Alegro-me, que até hoje.

Raquel Naveira nasceu e viveu em Campo Grande, tendo depois vivido no Rio de Janeiro e São Paulo, onde desenvolveu suas atividades literárias e magistério. É formada em Direito, Comunicações e Letras, na área da Literatura Francesa, na qual doutorou-se na Universidade de Nancy, na França. Sua riquíssima biografia pode ser sobejamente encontrada na mídia e redes sociais.

Agora, de volta às raízes, sua cidade natal, comemora os 30 anos de carreira literária, lançando uma obra com a seleção de seus próprios poemas:

 

Jardim Fechado“JARDIM FECHADO: UMA ANTOLOGIA POÉTICA”

É importante destacar, nesta obra, os poemas dedicados aos armênios, no capítulo do Romanceiro “Sob os Cedros do Senhor”. Por ter convivido com armênios e libaneses em Campo Grande (MS), a escritora registrou em linguagem poética, a história, os costumes, o viver e o sentir desses imigrantes, que igualmente integram o mosaico cultural brasileiro.

Este livro marca, a um tempo, o desfecho vitorioso de uma etapa de 30 anos, para reiniciar uma outra, revitalizada, no espaço que é seu de origem. Raquel continuará produzindo Poesia, como sempre fez: ela recebe-a como um dom de Deus, determinando seu rumo para o cumprimento de uma missão.

Sossi Amiralian

NB.: Contato para adquirir o livro, entre em contato: raquelnaveira@gmail.com
(Preço: 40 reais)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *