Home Da Redação Gilberto Natalini envia ofício à Serra pelo reconhecimento do Genocídio Armênio pela Presidência do Brasil

Gilberto Natalini envia ofício à Serra pelo reconhecimento do Genocídio Armênio pela Presidência do Brasil

0

13339590_1029178723835368_8461968978047252058_nDa Redação: São Paulo – 06 de junho de 2016.

Na manhã desta segunda-feira (06/06) o Conselho Nacional Armênio (CNA Brasil) recebeu a cópia do Ofício 9198/2016, encaminhado pelo Gabinete do Vereador Gilberto Natalini ao Ministro de Relações Exteriores José Serra, requerendo sejam envidados esforços para o reconhecimento do Genocídio Armênio pela Presidência da República Federativa do Brasil.

Em maio de 2015, o vereador Gilberto Natalini, em sessão solene em reconhecimento ao Genocídio Armênio, organizado pelo CNA Brasil, reforçou seu compromisso com a cultura da paz e apresentou seus requerimentos para o reconhecimento do Genocídio Armênio para o Supremo Tribunal Federal, Câmara Federal dos Deputados, o Senado brasileiro e para a Presidente afastada Dilma Rousseff a fim de que todas as instâncias de poder sejam mecanismos importantes para que o Brasil faça parte das nações que reconhecem o genocídio armênio como grave fato histórico (veja a matéria).

Na sequência, no dia 02 de junho, foi aprovado em Plenário, voto de solidariedade ao povo armênio no centenário da campanha de extermínio de sua população. Ao aprovar requerimento dos senadores Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) e o agora Ministro das Relações Exteriores do Governo Temer José Serra (PSDB-SP), o Senado prestou sua homenagem às vítimas e reconheceu a contribuição para a formação econômica, social e cultural do Brasil de milhares de brasileiros descendentes de refugiados (relembre aqui).

Ainda em 2015, no mês de dezembro, Natalini, acompanhado de Kevork Zadikian, presidente do CNA Brasil, teve encontro com o representante do Escritório de Central Causa Armênia de Yerevan, Giro Manoyan, que também contou com a presença de Ashot Galoyan, Embaixador da Armênia no Brasil, do advogado Everton Zadikian e de membros da Argentina e do Brasil da Federação revolucionária Armênia (veja mais aqui).

12316426_964666950265587_902443017201427527_n
À partir da esquerda: Kevork Zadikian, Miguel Racubian, Anahid Rizian Bogiatzian, Giro Manoyan, Gilberto Natalini, Ashot Galoyan, Everton Zadikian, Marcos Kacherian e Garo Hovhanessian

Em 2014, durante as comemorações dos 86 anos do Hay Azkayin Turian Varjaran (Escola Armênia de São Paulo), o então candidato ao Senado José Serra reiterou seu apoio à coletividade armênia de São Paulo no reconhecimento do Genocídio Armênio. Hoje, 06 de junho de 2016, o vereador Gilberto Natalini enviou Ofício para o agora Ministro Relações Exteriores do governo de Michel Temer, a fim de que a Presidência do Brasil reconheça o Genocídio Armênio (leia mais e veja o vídeo abaixo).

Este parece ser o momento de o Brasil finalmente reconhecer o Genocídio Armênio, assim como fez o Bundestag (Parlmento da Alemanha) alguns dias atrás, enfurecendo a Turquia ao não só reconhecer o Genocídio Armênio, mas também por ter pedido desculpas formais por sua participação e por não terem feito nada para deter os turcos.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *