Home Da Redação Ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, fala sobre necessidade de acordo em Artsakh

Ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, fala sobre necessidade de acordo em Artsakh

0
3f593d35-a52d-4719-b9dc-1f3f45b66b6e
Ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier

O ex vice-chanceler da Alemanha e agora Chefe do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier falou sobre o risco da duração dos conflitos em Artsakh (Nagorno-Karabakh) e apoia o estabelecimento do regime de cessar fogo e de um acordo sobre medidas de confiança, com o início de um processo de negociação.

O grupo de Minsk já havia declarado a necessidade do restabelecimento do regime de cessar-fogo na semana passada.

Neste exato momento, em Viena, capital da Áustria, acontece o encontro entre os Presidentes da Armênia e do Azerbaijão para tratar do assunto com os membros do grupo de MINSK da OSCE. Em breve mais informações.

(Via News.Am)

Tradução: Maria Carolina Chaves Indjaian


Steinmeier: intensificação de conflitos em Karabakh pode levar a uma guerra entre Azerbaijão e Armênia

Quanto mais o conflito em Nagorno-Karabakh dura e mais intensivamente os lados ficam armados, maior é o risco de uma nova intensificação, incluindo uma guerra entre Armênia e Azerbaijão, disse o Chefe do Ministério das Relações Exteriores alemão, Frank-Walter Steinmeier, antes do encontro do Grupo de Minsk (OSCE Minsk Group), em Viena, nesta segunda-feira.

“Os combates violentos ao longo da linha de contato, há seis semanas, mostram que o duradouro estado atual é inconsistente em uma perspectiva de longo prazo. Quanto mais o conflito dura e mais os lados se armam intensivamente, maior é o risco de uma nova intensificação, até mesmo de uma guerra entre Armênia e Azerbaijão”, relata o serviço de imprensa das Relações Exteriores Alemã.

De acordo com ele, o grupo OSCE desempenha um papel importante na resolução conflito. “Como presidentes do Grupo de Minsk, França, Rússia e EUA estão tentando consolidar a (decisão sobre) o regime de cessar-fogo por muitos anos e retomar o processo político. A Alemanha apoia isto como um presidente da OSCE”, acrescentou.

“Na nossa opinião, o objetivo deve ser o estabelecimento e fortificação do regime de cessar-fogo na linha de contato, acordo sobre medidas de confiança e início de um processo de negociação. Isso levará certo tempo: a decisão não virá imediatamente”, disse o ministro, relata RIA Novosti.

O Grupo de Minsk, os Ministros de Relações Exteriores russo e francês, assim como o Secretário de Estado dos Estados Unidos irá manter as conversas sobre o acordo em Nagorno–Karabakh, em Viena, esta noite.

 

Maria Carolina Chaves Indjaian Colaboradora. Carioca da gema que viveu em Curitiba desde criança e agora mora em Toronto. É advogada, formada em Direito pela Universidade Positivo e aficcionada por Direitos Humanos. O coração e o sangue sempre falam mais alto no que diz respeito à Armênia.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *