Home Da Redação Aos 98 anos morre Kirk Kerkorian, um dos maiores financiadores de assistência à Armênia

Aos 98 anos morre Kirk Kerkorian, um dos maiores financiadores de assistência à Armênia

0

Asbarez

image_kk1O bilionário e filantropo armênio-americano Kirk Kerkorian morreu nesta segunda-feira, dia 15, em sua casa em Beverly Hills aos 98 anos.

O Los Angeles Times informou que a morte de Kerkorian foi confirmada por Anthony Mandekic, presidente e CEO da empresa de Kerkorian, Tracinda.

Um magnata do casino e entretenimento, Kerkorian também foi o fundador da Fundação Lincy, que durante anos apoiou escolas armênias e também iniciou vários projetos de desenvolvimento na Armênia. Em 2011, a Fundação Lincy foi encerrada e seu saldo foi transferido para a UCLA, que estabeleceu o Fundo do Sonho. O fundo continua o legado de Kerkorian de ajudar as escolas armênias e outros empreendimentos educacionais da comunidade.

Há muito tempo presente na lista Forbes das pessoas mais ricas do mundo, em 2014 Kerkorian foi classificado como o mais rico armênio da lista de bilionários.

Recentemente foi anunciado o esforço de Kerkorian para produzir um filme de grande orçamento sobre o Genocídio Armênio. O filme, chamado “The Promise” (A Promessa), será estrelado por Christian Bale e Oscar Issac e dirigido por Terry Jones de “Hotel Ruanda”.

Kerkorian fez sua primeira visita à Armênia em junho de 1998. Nesse mesmo ano, foi-lhe concedido a cidadania honorária pelo então presidente Robert Kocharian por seu apoio ao 100º transporte aéreo do Fundo da Nação Armênia (UAF) para assistência humanitária na Armênia. O Los Angeles Times descreveu a assistência aérea como “a maior de qualquer país desde a histórica assistência à Berlim do governo dos Estados Unidos após a Segunda Guerra Mundial”.

A revista Time nomeou Kerkorian entre os 10 maiores doadores filantrópicos nos EUA em 2000. Seus esforços beneficiaram não só a República da Armênia, mas também projetos nos EUA, entre eles educacionais, médicos, programas de serviços sociais, projetos de investigação científica e outras iniciativas de caridade.

Em 2008, Kerkorian foi homenageado por sua filantropia pelo Instituto de Estudos Armênios USC. Durante uma breve conversa com um correspondente da Horizon, Kerkorian refletiu sobre sua visão para a Armênia. “Eu gostaria de ver uma Armênia mais feliz, mais livre, mais próspera. Eu quero tudo para a Armênia “, disse Kerkorian.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *