Home Eventos CNA-Brasil promove debate com pesquisador mexicano
0

CNA-Brasil promove debate com pesquisador mexicano

0

4e5d67eb989b6O Conselho Nacional Armênio – representação Brasil – abre os eventos rememorativos ao 99º aniversário do início do genocídio armênio promovendo palestra com antropólogo e analista de relações internacionals mexicano Carlos Antaramian Salas.

Atendendo ao convite do CNA-Brasil, o professor Carlos Antaramian Salas (Centro de Investigaciones y Estudios Superiores en Antropología Social, Cidade do México) vai participar de um debate abordando os seguintes temas: o genocídio armênio, a comunidade armênia no México e a luta contra a corrupção azerbaijana.

Prof. Carlos Antaramian Salas é graduado em Relações Internacionais pela Universidade Autônoma do México (UNAM), mestre e doutor em Antropologia Social pelo Colégio de Michoacán. Seus trabalhos são internacionalmente conhecidos e premiados. Obteve o premio de melhor tese de doutorado na categoría Ciências Sociais pela Academia Mexicana de Ciências.

Carlos Antaramian é também um militante da causa armênia e dos direitos humanos. Em um importante artigo, o professor denunciou as ações corruptas do governo do Azerbaijão para convencer a prefeitura da Cidade do México a instalar uma estátua do ditador Heydar Aleyev, ao lado de figuras como Gandhi, em um parque na capital mexicana. Sua ação, conjugada a outras iniciativas, foram fundamentais para o cancelamento do plano azeri.

Neste encontro teremos a exibição do importante documentário “Los armenios de La Merced” que retrata de forma ímpar a comunidade armênia mexicana, pouco conhecida das suas irmãs latino-americanas. Na oportunidade o Professor vai lançar o livro “Al filo de La muerte: las memórias de Hampartzoum Mardiros Chitjian”, sobrevivente do genocídio armênio” , obra ainda inédita no Brasil. Ao final teremos um coquetel de boas vindas ao Prof. Antaramian oferecido pelo CNA- BRASIL para todos os presentes.

HOMENAGEM –

Atendendo ao convite do CNA –BRASIL, o ex-Ministro da Justiça, José Gregori, que tantas vezes se pronunciou a favor da luta do povo armênio, vai abrilhantar o evento de exibição do filme “Los Armenios de La Merced” documentário do Professor Carlos Antaramian Salas, vindo especialmente da Cidade do México.

10013082_10202840451147637_178694735_nJosé Gregori é formado pela Faculdade de Direito da USP. Militante na área dos Direitos Humanos desde estudante universitário, na década de 50. Foi Deputado Estadual (1993/1997). Foi Secretario de Estado da Participação e Parceria do governo Montoro (1995/1997). Lecionou ética Profissional e Introdução a Ciência do Direito na PUC de São Paulo. Em 1997, assumiu a chefia da recém criada Secretaria Nacional dos Direitos Humanos, cujo papel era conceder, coordenar e executar o primeiro Programa Nacional de Direitos Humanos, conforme previsto na Declaração e Programa de Ação de Viena. No início de 1999, foi elevado a Secretário de Estado para Direitos Humanos, com status de Ministro de Estado. Foi o principal responsável pela elaboração da lei que reconhece como mortas as pessoas até então dadas como desaparecidas durante a ditadura no Brasil. Ocupou a pasta da Justiça no Governo Fernando Henrique Cardoso. Foi embaixador do Brasil em Portugal de 2002 a 2004. Em janeiro de 2005, assumiu a presidência da Comissão Municipal de Direitos Humanos de São Paulo e, em 2009, foi nomeado Secretário Especial de Direitos Humanos da Cidade de São Paulo. Hoje é presidente da Comissão de Direitos Humanos da USP.

Em 2005, José Gregori foi um dos palestristas no evento da Cadeira de Língua e Cultura Armênia que rememorou os 90 anos do Genocídio Armênio na USP.

O CNA- BRASIL convida a todos para o evento que começa às 20:30 horas, dia 28 de março, no Salão Tchilian do Clube Armênio. Entrada franca. 


Informações:

Local: SAMA-Clube Armênio
Data: 28 de março de 2014
Horário: 20:30h

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *