Home Informativo Armênia Informativo Armênia N°09 – Outubro de 2013

Informativo Armênia N°09 – Outubro de 2013

0
0

Informativo-Armênia

INFORMATIVO ARMÊNIA 2013
ANO XIII – Nº 09
EDIÇÃO DO MÊS DE OUTUBRO DE  2013 

Para leitura das edições anteriores do Informativo Armênia, clique aqui.

 

Armênia exportará veículos aéreos não tripulados, ou “drones”

 

A Armênia prepara-se p/ suas atividades de exportação de veículos aéreos não tripulados para a Dinamarca, informou o diretor executivo do Sindicato das Empresas de Tecnologia da Informação da Armênia.

De acordo com Karen Vardanyan, o vencedor da concorrência de aviões não tripulados tem registado uma empresa para a fabricação de “drones” comerciais.

Um acordo preliminar estipula uma produção mensal de 10 “drones”, observou ele. O dispositivo será usado para a pesquisa agronômica e pesquisas na área de cultivo.

“Este é um passo importante para a Armênia, permitindo que o país entre no mercado internacional de “drones”, bem como encontrar parceiros estrangeiros para promover o setor”, disse Vardanyan, acrescentando que o aparelho também pode ser usado para fins de defesa, bem como para facilitar o trabalho de policiais rodoviários.

“Krunk” é o nome de um veículo aéreo não tripulado armênio (drone), atualmente em serviço oara as Forças Armadas da Armênia. Sua finalidade é para reconhecimento detalhado, transmissão de imagens (vídeos) em tempo real (visual ou infravermelho) ou para tomada de fotografias de altíssima resolução.

O “Krunk” foi testado pela primeira vez em 21 de setembro de 2011, durante uma parada militar dedicada ao 20º aniversário da independência da Armênia.

Atualmente as Forças Armadas da Armênia possuem 15 “Krunk’s” em serviço.

– – –

Adesão da Armênia à UNIÃO ADUANEIRA da Rússia (UAR)

Yerevan, 18 de outubro /Arka/ – A adesão da Armênia na UAR vai ajudá-la a evitar vários fatores limitantes de seu desenvolvimento, disse o Primeiro Ministro, Tigran Sargyssian, que falou no fórum de mídia intitulado ” No pé do Monte Ararat “, que iniciou-se hoje em Yerevan.

“Decidimos entrar na União Aduaneira da Rússia, porque nos dá a oportunidade de construir a nossa relação estratégica com ela em uma plataforma mais fundamental e ampla, mas também permite eliminar muitas restrições que poderiam surgir se Armênia ficasse de fora” disse Sargsyan .

O primeiro-ministro explicou que a situação geopolítica da Arménia dá a esta questão um significado especial, em contraste com outros países.

“Temos quatro vizinhos, com dois deles – Turquia e Azerbaijão – não temos relações, e as sanções internacionais contra o Irã tem piorado a situação de bloqueio da Armênia. A única estrada que nos liga com o mundo é através da Geórgia”, disse ele.

Segundo ele, esta situação geopolítica deixa sua marca na estrutura da economia da Arménia .

“Muitas indústrias têm se tornado inviáveis, porque não temos uma fronteira comum com a Rússia, nosso principal parceiro estratégico e um dos principais investidores externos. Isso significa que temos de avaliar corretamente as vantagens comparativas de nossa economia e os fatores limitantes de longo prazo que certamente afetariam nossa estrutura competitiva”, disse ele .

Ele disse isso tendo em mente que a Armênia está construindo uma nova estrutura de sua economia, “que em primeiro lugar deve ser baseado no uso de recursos intelectuais”.

Sargsyan disse também que a opção de adesão da Armênia à UAR tem um impacto positivo em sua segurança nacional e também irá promover o aprofundamento das relações culturais armeno – russas.

– – –

Kaspersky abre Centro de Treinamento e Certificação na Armênia

http://www.armradio.am/en/2013/10/18/kaspersky-opens-training-and-certification-center-in-armenia/

18:26 18.10.2013

Eugene Kaspersky, presidente e CEO da Kaspersky Lab, uma das maiores fabricantes de sistemas de proteção em TI (antivírus), foi laureado como Doutor “Honoris Causa” pela Universidade Federal de Engenharia da Armênia, principal universidade técnica no país. Eugene Kaspersky e os maiores especialistas de segurança de TI da empresa, se ​​reuniram com representantes de educação e da comunidade empresarial armênias, bem como estudantes de universidades técnicas locais, durante a visita à Armênia. Eles falaram sobre ameaças virtuais na atualidade na Armênia, tanto quanto no resto do mundo e foram discutidas maneiras de combatê-las.

“O número de ameaças virtuais está em constante crescimento, por isso é
especialmente importante formar mais especialistas que podem combatê-las. A
próxima geração mundial de especialistas precisa mais do que apenas um bom
conhecimento da área de segurança de TI e fortes conhecimentos práticos – eles também precisam ser capazes de pensar um passo à frente e chegar a algo realmente novo. Fico feliz em ver que os alunos de hoje na Armênia estão interessados em segurança cibernética e estão dispostos a melhorar e se desenvolver nesta área. E eu vou estar duplamente feliz se Kaspersky Lab pode ajudá-los a fazer isso”, disse Eugene Kaspersky.

Um dos destaques da visita de Eugene Kaspersky foi a cerimônia de apresentação de seu prêmio, por seus serviços prestados à ciência. O presidente e CEO da Kaspersky Lab também participou da abertura oficial da Kaspersky Lab – Centro de Formação e Centro de Certificação no interior da Universidade Federal de Engenharia da Armênia. O centro vai ajudar a colmatar o fosso entre o ensino teórico e prático. Este também fornecerá futuros profissionais de segurança de TI com o necessário conhecimento das tecnologias contemporâneas, permitindo-lhes ganhar Certificação da Kaspersky Lab, enquanto estuda na universidade.

“Estamos profundamente agradecidos ao papel que a Kaspersky Lab está assumindo no desenvolvimento da segurança em TI e das contribuições pessoais de Eugene Kaspersky fez como um dos maiores especialistas na área de proteção de informações. Temos certeza de que a experiência da Kaspersky Lab vai ajudar os nossos alunos se tornam excelentes profissionais de TI”, disse Ara Avetisyan , Reitor da Universidade Federal de Engenharia da Armênia.

A bem sucedida associação da Kaspersky Lab com a Armênia se iniciou quatro anos atrás, após a assinatura de um memorando de intenções, intitulado “Armênia Segura” com o Ministério da Economia. Este projeto de segurança da informação levou à implementação de uma série de programas educacionais nas escolas armênias, formação especializada para administradores de TI em organizações estatais e comerciais e com descontos em licenças para alguns produtos da Kaspersky Lab usado dentro das estruturas governamentais.

A cooperação entre a Kaspersky Lab e a Universidade Federal de Engenharia da Armênia iniciou-se em 2009, quando um estudante da universidade ganhou o primeiro prêmio na edição da conferência internacional daquele ano de Cibersegurança para a próxima geração. Depois disso, a universidade foi registrada como um membro do programa educacional da Kaspersky Lab e foi assinado um acordo de cooperação no âmbito do programa Kaspersky Academy, que continua em vigor. Em fevereiro de 2013, a universidade sediou a última rodada regional de segurança cibernética para a Próxima Geração para a Rússia e outros países da CEI.

Por:  (Edouard Mekalian) 

_______________________


90º ANIVERSÁRIO DA COMUNIDADE ARMÊNIA DE BERLIM

A Ministra da Diáspora da República da Armênia, Hranush Hagopian, participou da cerimônia solene da celebração do 90º aniversário da Comunidade Armênia de Berlim. Estavam presentes o prefeito de Charlotenburg-Wilmersdorf Rainhard Nauman e representantes da Embaixada da Armênia na Alemanha, entre outros convidados. Conforme informações do Departamento de Imprensa e Relações Públicas do Ministério da Diáspora da Armênia transmitidas à “Armenpress”, o evento começou com o discurso de abertura proferido pelo líder da Comunidade Vardges Alyanak. Em seguida, congratulando-se com os participantes, a Ministra Hranush Hagopian parabenizou a todos pelo 90º aniversário do estabelecimento da comunidade em Berlim, pelos esforços, dedicação e patriotismo, dizendo que “Graças a eles, a Comunidade Armênia de Berlim tem escolas dominicais, casas de cultura, uma igreja e centros de armênio nas Universidades. Que diariamente, tentam transmitir a língua armênia para as crianças e jovens, criando grupos culturais e proporcionando conhecimentos de História da Armênia, bem como através de visitas à Pátria-Mãe”.

O Diretor da Diáspora e Instituto de Pesquisa do Genocídio de Bokhumi, Mihran Dabagh, proferiu palestra durante o evento.O evento também contou com apresentações musicais por Hrachuhi Bassenz, Silva Scheding-Farmasian e Gor Harutyunian.

A Comunidade Armênia de Berlim foi oficialmente registrada em 1923 e foi a primeira comunidade armênia da Alemanha. Em 2006, passou a ser chamada Igreja Armênia e Comunidade Cultural de Berlim. Ela tem cerca de 1.500 membros. Possui um Centro chamado Home, onde toda 6ª feira, os armênios da cidade se reúnem. Home tem uma escola dominical em armênio, um grupo de danças e uma biblioteca comunitária recentemente aberta, onde podem ser encontrados livros infantis, literatura armênia, artes, história, língua, história da Igreja, religião e enciclopédias. Existe, ainda, um coro da Igreja. (Armenpress)

Resumo por Sossi Amiralian

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *