Home Entrevistas Entrevista exclusiva com Marcos Pizzelli, meio-campista da Seleção Armênia

Entrevista exclusiva com Marcos Pizzelli, meio-campista da Seleção Armênia

0
Seleção Armênia
Com a camisa da Seleção Armênia

O brasileiro Marcos Pinheiro Pizzelli é, há tantos anos, um dos meio-campistas titulares da seleção armênia de futebol. Naturalizado, o jogador carrega com orgulho as cores da bandeira tricolor da Armênia, mesmo quando está defendendo o seu novo clube na Rússia.

Dois anos após a primeira entrevista que o jogador deu para o portal, via Skype, ele conversou novamente com a nossa equipe para falar da atual fase de sua carreia e da seleção nacional.

Leia a entrevista abaixo: 

Após deixar o futebol da Armênia, você passou pelo Metalurgh da Ucrânia, e em 2012 chegou ao Kuban, da Russia. Recentemente, você mudou para outro time russo. Conte-nos um pouco mais:

Pizzelli – Depois de passar pelo Fc Kuban, fazendo parte de um feito histórico no clube, terminando a Premiére League da Russia em 5º lugar e com isso, automaticamente, ganhamos também o direito de participar da qualificação da Liga Europa. No entanto, eu tive uma proposta melhor do Fc Krasnodar, da mesma cidade, e que por sinal é o maior rival do Kuban. Resolvi mudar de clube pelas condições melhores de trabalho e também porque é um clube com projetos. Aceitei mais este desafio na minha vida. E, como sempre, a Armênia está envolvida em tudo isso. Desde que cheguei à cidade de Krasnodar fui recebido como verdadeiro Hay, pelo fato dessa cidade ter uma comunidade muito grande de armênios. E por ter que falar o russo, uma língua nova que ainda não domino, esses armênios, que hoje posso chamar de amigos, foram e são fundamentais para a minha adaptação na Russia.

Abaixo, Marcos Pizzelli manda um recado aos armênios do Brasil, direto de Yerevan. Assista!

A seleção da Armênia tem 33% de chances de classificação para a Copa do Mundo de 2014. Você acredita na classificação?

Pizzelli – Acreditamos, porque, matematicamente, ainda temos chances. Mas como nossa seleção vem vivendo um momento instável, pois tivemos algumas baixas por lesão, além da aposentadoria da lenda Armênia Hovsepyan, que por muito tempo foi o capitão da nossa equipe,  o treinador vem colocando jogadores jovens, que ainda estão se adaptando, por isso mesmo tendo chance matemática, acreditamos, mas sabemos que será uma coisa bem difícil.

Como é sua relação com os demais jogadores?

Araz e Pizzelli
Pizzelli com Araz Osbilis

Pizzelli – Sobre os companheiros de seleção, posso dizer que Berezovsky é uma figura fundamental, tanto dentro de campo como fora, pois ajuda muito conversando e tentando nos motivar e dar força, principalmente aos jogadores mais jovens e recém chegados À nossa seleção.

Mkhitaryan, apesar de muito jovem, é uma pessoa correta e merecedor de estar vivendo esse momento na vida, pois como amigo pessoal dele, vejo o quanto ele trabalha e se dedica à seleção. Ele se entrega todo a cada treino e jogos.

Araz Osbilis é uma pessoa espetacular! Primeiro pela historia da família, que se assemelha a de muitos armênios, infelizmente. Os familiares de Araz fugiram da perseguição turca. Somos muito amigos, e posso dizer que ele é um talento, assim como o Mkhitaryan. Logo ele vai brilhar mais.

Já, Yura é uma figura à parte. Um armênio patriota! Como todos, é uma pessoa muito ambiciosa. Gosta de ganhar tudo o que faz, por isso vem tendo sucesso na carreira e na seleção. Com tudo isso espero que nossa equipe se encontre com aquele futebol de 2 anos atrás e que possamos voltar a dar alegria, não só ao pais Armênia, mas a todos os armênios do mundo, que sabemos que acompanham e torcem muito pela nossa equipe.

 

Sabendo da dificuldade de obter classificação para a Copa de 2014,  você acha que o grupo está pronto para buscar a classificação para a próxima Eurocopa, que acontece em  2016 na França?

Pizzelli – Sim, acredito que na Eurocopa vamos ter muito mais chance, pelo fato de novos jogadores estarem jogando e creio que em pouco tempo teremos uma equipe muito mais competitiva.

Curiosidade:

O pai de Pizzelli, o Sr. Marcos Pizzelli foi um grande goleiro que defendeu o XV de Pircicaba (SP).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *