Home Da Redação Resolução 306 é aprovada e EUA incita que Turquia deve devolver Igrejas Armênias

Resolução 306 é aprovada e EUA incita que Turquia deve devolver Igrejas Armênias

0


A Câmara dos Representantes dos EUA aprovou ontem (13/12/2011) uma medida que marca a história da liberdade religiosa, a Resolução 306, que pede a Turquia que devolva as propriedades da igreja cristã que foram roubadas através de genocídio, e para acabar com a repressão dos membros sobreviventes das vastas civilizações cristãs que já representaram maioria no território da atual República da Turquia.

“Apesar das afirmações recentes primeiro-ministro Erdogan sobre o progresso da liberdade religiosa, as comunidades cristãs da Turquia continuam a enfrentar graves problemas de discriminação”, explicou o deputado Royce. “Hoje, a Casa dos Representantes dos EUA considerou e adotou a legislação, que ordena o Governo da Turquia a acabar com a discriminação religiosa, permitir a oração religiosa e educação, e devolver as propriedades de igrejas roubadas. Os Estados Unidos têm um forte interesse em promover a liberdade religiosa no exterior.”.

“A aprovação da Casa a Resolução 306 é uma grande vitória para a liberdade religiosa ao redor do mundo, é uma virada na luta do povo armênio pela liberdade religiosa.”, disse o congressista David Cicilline.

O Congressista que ocupa a co-presidência do parlamento turco, Ed Whitfield, foi o único contrário à resolução. Faltando algumas horas para a votação da Resolução 306, grupos turcos norte-americanos montaram uma campanha para tentar bloquear a medida, mas foram inúteis.

Confira abaixo o texto da Resolução 306
Instando a República da Turquia para que proteja as suas heranças cristãs e devolva as propriedades eclesiásticas confiscadas.

Resolvido, Que é o consenso da Câmara dos Deputados que o Secretário de Estado, em todos os contatos oficiais com os dirigentes turcos e outros funcionários turcos, deve enfatizar que a Turquia deveria –

(1) acabar com todas as formas de discriminação religiosa;

(2) permitir que a igreja legítima e donos de propriedades da igreja cristã, sem impedimentos nem
restrição, organizem e administrem serviços de oração, a educação religiosa, a formação clerical, compromissos e sucessão, reuniões da comunidade religiosa, serviços sociais, incluindo ao ministério às necessidades dos pobres e enfermos, e outras atividades religiosas;

(3) o retorno aos seus legítimos proprietários todas as igrejas cristãs e outros lugares de culto, mosteiros, escolas, hospitais, monumentos, relíquias, lugares sagrados, e outras propriedades religiosas, incluindo bens móveis, tais como obras de arte, manuscritos, paramentos, vasos e outros artefatos, e

(4) permitir que a igreja cristã legítima e donos de propriedades da igreja cristã, sem impedimento ou restrição, preservem, reconstruam e reparem, como acharem melhor, todas as igrejas cristãs e outros lugares de culto, mosteiros, escolas, hospitais, monumentos , relíquias, lugares sagrados, e outras propriedades religiosas na Turquia.

Fonte: ANCA

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *